O que estamos a ver – 06 de Novembro de 2022

De uma forma resumida, falamos um pouco sobre o que vimos e deixamos o convite para em baixo nos comentários dizerem o que viram e jogaram na última semana.

Bruno Reis

Bleach: Thousand-Year Blood War (04)

Os Stahl Ritters continuam a sua chacina na Soul Society. Um a um, todos Shinigami são brutalmente assassinados por este bando de Quincies que regressa do inferno para consumir a sua vingança. Como não fosse bastante, os generais do bando enfrentam os capitães dos departamentos mais avançados do Gotei 13, tais como 9 ou o 10. Abaixo no Hueco Mundo Ichigo continua o seu confronto contra um destes generais enquanto Urahara recebe uma mensagem perturbante do exterior. Mais um vez Bleach: Thousand-Year Blood War faz jus ao seu nome, demonstrando banhos de sangue violentos e viscerais.

Chainsaw Man (04)

Denji enfrenta outro demónio pelos motivos mais biológicos. Após mais uma conquista, este e a sua colega Power, vão viver no mesmo apartamento do seu capitão para solidificarem as suas amizades e espírito de equipa. Mais um vez o estúdio Mappa não poupa a esforços nesta adaptação. Pois não só a animação na ação e nas coreografias de luta foram espetaculares como até mesmo o quotidiano de um pequeno-almoço foi produzido com especial detalhe e atenção.

Akiba Maid Sensou (05)

Devido a um sem fim de fracassos para enriquecer, o Café Tokoton amealha um sem fim de dívidas. As mesmas são de tal forma severas que a sua própria sobrevivência do estabelecimento se encontra em risco. Mesmo perante tais desenvolvimentos, o aniversário da Ranko está ao virar da esquina, mas as suas colegas parecem estar mais preocupadas com um teto para dormir do que qualquer outra coisa. Felizmente, a mais novata do grupo parece ser exceção à regra e planeia arranjar fundos e recursos para festejar o aniversário da sua amiga. Porém, vai bater à porta errada, e sem se aperceber faz o café saltar da frigideira para o fogo. Embora este fosse o episódio mais corrente da série até à data, será interessante assistir aos eventos resultantes da chacina de um café pelos membros de outro. Realmente Akiba Maid War tem um pouco de tudo para todos os gostos. Como mistura conceitos para se tornar num só é verdadeiramente espetacular.

Urusei Yatsura (2020) (04)

Durante um atribulado desafio de ténis entre os casais de Lum e Ataru e Shinobu e Mendo, um bando de corvos invade o campo. A razão para tal acontecimento é devido ao despertar da princesa Kurama. Isto, porque viajou pelo espaço para encontrar um jovem para ser seu noivo e impedir a extinção da sua raça. Como apenas deve partilhar matrimónio por uma noite Ataru demonstra imenso interesse, mas e Lum Mendo barram-lhe o caminho. Contra tudo e todos Ataru desperta-a com um beijo mas todos impedem que Kurama descubra. Como previa, cada episódio deste cour deve apresentar uma nova personagem. Para já nenhuma vai ficar esquecida, até porque Kurama é uma com participações bem reduzidas. Com base neste episódio percebo porque a obra de Rumiko Takahashi foi bastante controversa para o seu tempo.

Mob Psycho 100 III (05)

Shigeo confronta o Ekubo, renascido como líder do culto do capacete psíquico, numa explosão de psicologia, ação e excelentes traços de animação. Embora fosse um episódio com uma narrativa muito mastigada, os restantes elementos o solidificaram, na produção de um dos melhores desta parte que estabelece uma ponte entre duas personagens que aparentemente não são assim tão distintas.

My Hero Academia -sexta temporada- (06)

Enquanto Shigaraki continua a sua onda de destruição é confrontado pelo atual herói número um, Endeavor. Durante o confronto uma misteriosa voz incumbe-lhe a missão de capturar o One for All, que como sabemos está em posse do Midoriya. Como não podia deixar de ser este se torna no alvo entre heróis e vilões. Enquanto uns desejam mantê-lo a salvo, outros desejam obter os seus poderes.

Mairimashita! Iruma-Kun -Terceira temporada- (05)

Iruma e os seus colegas continuam a sua participação no festival da colheita. Enquanto o humano espera pelos seus caçadores, um grupo de professores revela as duras provas que os seus colegas tiveram de enfrentar. Finalmente sentimos que Iruma e os seus amigos recuperaram a sua velha e contagiante forma. Senti que este início de temporada foi demasiado sério para o seu próprio bem. No entanto, este episódio voltou a polvilhar-nos com algumas doses de ação sem esquecer os elementos cómicos que acompanharam os anteriores arcos.

One Piece Film Red (Filme)

Penso One Piece Film Red, iludiu-nos um pouco, visto que inicialmente os materiais promocionais colocaram o Shanks como centro da narrativa. É certo que o pirata vermelho foi parte integrante da longa-metragem, o problema a meu ver foi a sua permanência. Isto porque Uta, a sua filha, foi foco de praticamente todos os eventos do filme, o que contribuiu bastante para a criação de um filme bem diferente dos habituais da série. Contudo, à semelhança do anterior, também colocou outras personagens, se bem que mais próximas dos arcos atuais.

Do início ao fim o filme é praticamente um musical. Uta brinda-nos com diversas atuações  bastante voláteis. Gradualmente o filme se torna mais próximo dos anteriores, com uma história como pano de fundo para enviar os Chapéus de Palha para lutas frenéticas. Foi do mais interessante assistir a uma narrativa com um lore muito próprio, cimentada numa arquitetura muito próxima da portuguesa, principalmente nas capelas. O que senti como efeito contraproducente neste ponto, foi que o filme colocou demasiados elementos nas suas costas e como a primeira parte do filme foi muito repetitiva, o este se sentiu extremamente longo com um pacing descarrilado e conceitos e momentos perto do seu final um pouco tirados do ar perto do seu final, porém fervorosos. A ação -com um enorme easter egg da Gear 5 para os mais atentos- esteve ao nível dos filmes, mas com uma direção e animação bem mais pálida quando comparada aos episódios mais recentes da adaptação animada da obra de Eiichiro Oda. Se colocarmos algum CGI desinspirado esta afirmação ainda faz mais sentido. Em suma, One Piece Film Red não é um mau filme, longe disso. Sinto que teve todas as peças no tabuleiro, o problema foi como as colocou no jogo, pois tentou ser algo que não faz sentido ser destruindo o pacing. assim que se inteirou tentou a todo o custo recuperar a sua bela forma e os seus espetadores. De salientar que num dos capítulos mais recentes da obra original podemos assistir à silhueta de Uta junto de Shanks o que faz deste filme uma obra canónica. Porém, muito difícil de introduzir na narrativa da série.

Uta, a Hatsune Miku do mundo de One Piece

SPY x FAMILY (18)

Anya enfrenta o seu maior desafio até à data, pontuar num exame para poder continuar a estudar na escola. O problema é que -inexplicavelmente- em noites de lua nova os poderes da menina desaparecem, e o exame é exatamente num desses dias. Com a impossibilidade de recorrer a cábulas mentais, Anya não tem outro remédio senão estudar. Felizmente o tio está aqui, mas a sua devoção pela sua irmã e o ódio a Loid barram completamente uma potencial tarde de estudos. Em seguida, Loid, descobre que tem um agente bootleg seu, e tem de impedir que este e os seus maneirismos de espião lhe causem mais problemas. Embora este bloco de episódios tenham sido na sua essência bem cómicos, serviram também para imprimir mais desenvolvimento em Yuri e Loid como personagens mais quotidianas.

A cada semana que passa a Anya se torna mais perturbante

Hoshi no Samidare (17)

A produção decidiu que era hora de melhorar na arte e na animação. Como resultado tivemos o melhor episodio até à data, se bem que narrativamente ficou bem na linha dos anteriores. Acreditem se Hoshi no Samidare tivesse sempre esta qualidade teria um destaque bem diferente na indústria e nos seus fãs. Infelizmente estes elementos chegaram demasiado tarde.

Pop Team Epic II (06)

As bocas sujas da Pipimi e da Popuko transportam-nos para o mundo dos datings sims, onde assistimos a um bad ending bem intenso. Parece mesmo que o Pop Team Epic B-Side foi cancelado.

Felipe Soares

SPY x FAMILY (16 a 18)

Depois de um arco mais sério, os episódios recentes de SPY x FAMILY foram totalmente voltados para a comédia. Isso não é algo ruim,  porém a forma como foi mostrado os acontecimentos, compilando dois ou três microsodios, acabou parecendo muito corrido em alguns momentos.

Ainda assim, gostei que diversas informações relevantes foram reveladas de forma despretensiosa. Creio que no futuro teremos situações em que estas informações serão utilizadas na série e será interessante ver isso em novos arcos sérios da obra.

Shinobi no Ittoki (03 e 05)

A curiosidade falou mais alto e continuei assistindo Shinobi no Ittoki. Para minha surpresa a série tem se mostrado realmente interessante, mostrando uma trama complexa e cheia de mistérios através de duas frentes. 

Gostei que de um lado somos apresentados a uma nova geração do universo shinobi no colégio em que é ensinado sobre uma mescla dos Ninjas tradicionais com a tecnologia. Ao mesmo tempo temos uma trama envolvendo assassinato do líder de clã e um traidor em potencial.

As cenas de luta são o ponto fraco até o momento na série, ainda assim Shinobi no Ittoki possui um visual bem produzido e com boa fotografia.

My Hero Academia 6 (05 e 06)

Não esperava que fosse possível My Hero Academia surpreendente mas fui pego de surpresa com os últimos acontecimentos. É possível dizer que temos uma situação impossível de ser resolvida e gosto de ver um Shigaraki com muita força mesmo não utilizando se poder total, enquanto que Midoriya tem que ficar recolhido e sendo defendido por outros.

A animação deste episódio está muito boa nestes episódios recentes da série, a trilha sonora também é destaque e já estou na expectativa para ouvir as músicas desta temporada no streaming. 

Bocchi The Rock! (03 a 05)

Bocchi The Rock! continua sendo meu anime preferido desta temporada, a forma como a história da série se mantém bastante divertida ao mesmo tempo que apresenta diversas situações vividas por quem tem fobia social ou é timidez. O desenvolvimento das personagens como banda também está sendo muito bem trabalhado e gostei também que cada uma delas possuem um motivo para tentar ser membro do grupo.

Se pela história a série já é muito boa, a animação é o verdadeiro destaque do anime. É incrível como a animação com diversos estilos visuais é utilizada também como um elemento para contar a história da obra. Existe um cuidado impressionante nos momentos em é mesclada animação com cenas ou fotos de locais live-action. Gostei da forma como foi montada a primeira apresentação do grupo, onde foi utilizada animação 2D na maior parte da cena, a animação em CG foi usada apenas para destacar alguns poucos momentos da apresentação. 

Helder Archer

Com muito God of War Ragnarök pelo meio, o mais recente episódio de My Hero Academia 6 mostra que as coisas se estão a tornar cada vez mais séries. O episódio 4 de Chainsaw Man serviu para humanizar mais os personagens e criar ligações com os espectador e Spy x Family continua a ser o escape semanal. Conferi também muitos primeiros episódios de outras séries que estrearam.

Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt em 2020, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal até à sua atualidade, devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.
Subscreve
Notify of
guest

5 Comentários
Mais Antigo
Mais Recente Mais Votado
Inline Feedbacks
View all comments
josenilson vinicius
josenilson vinicius
6 , Novembro , 2022 18:44

Eae Bruno, tá na mão

FB_IMG_1667755966142.jpg
Samuel Silva
Samuel Silva
7 , Novembro , 2022 0:02

Vi o One Piece Film Red. Não tenho dúvidas que a Uta foi introduzida no universo de One Piece de forma canónica mas é impossível situar a ação do filme cronologicamente nos acontecimentos do manga ou anime de forma lógica. Os últimos filmes de One Piece, não sendo maus, parecem mais um desfile de personagens do que um filme devidamente estruturado. Até podem servir de tubo de ensaio para algo que o Oda gostaria de introduzir na história original, mas depois o filme em si acaba por saber a pouco como um todo. Gostei mesmo muito das músicas, acho que foi um ponto positivo.

Ricardo Salavisa
Ricardo Salavisa
7 , Novembro , 2022 16:57

Eu pessoalmente gostei muito do One Piece Film Red ( apesar de que o Strong World continua a ser o meu filme favorito da franquia).
Sobre o Shanks ser ou não o centro filme, creio que ai o problema também cai nas expectativas altissimas que muitos fãs tiveram pois apesar do material promocional inicial focar em Shanks e Red ( falo do teaser poster e teaser trailer), informações importantes ou cruciais sobre o Shanks não podiam ser reveladas num filme, tinham de ser guardadas para o manga obrigatoriamente (pelo menos informaçao crucial para a história), não é à toa que este dos filmes mais recentes de One Piece desde 2009, foi aquele que teve o maior envolvimento de produção do Oda pelo que percebi. O filme tem que funcionar separado da obra lá está, e dai a introdução da Uta foi uma boa adição (e bem natural eu acho com os episódios do anime sobre o filme) pois acaba por estar directamente ligada ao Shanks e até ao Luffy.
Still, ver o Shanks e a sua tripulação em ação (algo que praticamente mal vimos ainda na obra) foi um belo presente para os fãs já que estes são um poço de mistérios ainda xD.
Sempre fiquei curioso por exemplo como seria o Ben Beckman poderoso, visto que o Kizaru em Marineford rendeu-se logo assim que este lhe apontou uma pistola.

Last edited 1 mês atrás by Ricardo Salavisa