Jujutsu Kaisen 0 – Análise

Nesta quinta-feira, 28 de abril, estreou nos cinemas brasileiros a adaptação para filme anime do manga JUJUTSU KAISEN 0 de Gege Akutami, o filme que conta eventos que antecedem a popular série sobrenatural JUJUTSU KAISEN.

Animado pelo estúdio MAPPA e dirigido por Sunghoo Park, JUJUTSU KAISEN 0 possui no Brasil distribuição pela Crunchyroll em associação com a Funimation, o longa tem duração de 105 minutos.

A versão original do filme possui no elenco de voz Megumi Ogata como Yuta Okkotsu, Kana Hanazawa como Rika Orimoto, Yuuichi Nakamura como Satoru Gojou, Takahiro Sakurai como Suguru Getou, Mikako Komatsu como Maki Zen’in, Tomokazu Seki como Panda e Kouki Uchiyama como Toge Inumaki.

O elenco de voz da versão dublada em português brasileiro é composto por Pedro Alcântara como Yuta Okkotsu, Carol Iecker como Rika Orimoto, Léo Rabelo como Satoru Gojo, Natali Pazete como Maki Zen’in, Erick Bougleux como Toge Inumaki e Eduardo Borgerth como Panda. A direção de dublagem foi de Leonardo Santhos.

Sinopse Oficial de Jujutsu Kaisen 0

“Eu prometo. Quando formos grandes, nós vamos nos casar!”

Quando Yuta Okkotsu era pequeno, sua amiga Rika Orimoto morreu num acidente de trânsito, bem na sua frente. Ela se tornou uma aparição, assombrando o jovem e atormentando a sua vida, até o dia em que Satoru Gojo, um feiticeiro Jujutsu, o convida para se matricular no Colégio Jujutsu. Junto com seus novos colegas de sala – Maki Zen’in, Toge Inumaki e Panda – Yuta encontra a coragem para perseverar. Enquanto isso, Suguru Geto, um vil manipulador de maldições que foi expulso do colégio por massacrar inocentes, põe em prática seu plano: lançar mil maldições em Shinjuku e em Kyoto e exterminar todos os não-feiticeiros, criando um paraíso para feiticeiros Jujutsu. Será que Yuta será capaz de impedir Geto? E o que acontecerá quando ele se livrar da maldição da Rika?

Às vezes convencer alguém a assistir uma série anime acaba sendo complicado. É possível que a pessoa não tenha interesse por causa da quantidade de episódios, ou por não ser pega pela temática da obra logo de início. Lançar uma adaptação em filme anime do manga JUJUTSU KAISEN 0 foi um acerto para quem queria mais conteúdo dentro do universo da franquia e possibilita apresentar a obra de forma mais facilitada e, por ser um prequel, sem a carga de informações da primeira temporada do anime.

Gosto que o filme aborda sobre formas de amor, mostrando como é possível com que as pessoas tomem iniciativas baseadas neste sentimento. Podemos dizer que que temos o lado de amor de Yuta por querer ter pessoas próximas a ele, inclusive isso acaba gerando como consequência a maldição de Rika, por outro lado temos o amor distorcido de Suguru Getou, que gera nele pensamentos de destruição contra aqueles que não sabem usar maldições. Esse embate entre estas duas formas de amor ocorre no decorrer do filme de uma forma bastante interessante, apesar de achar o desenvolvimento um pouco corrido.

A trajetória de Yuta como protagonista neste filme é bastante interessante. Gosto do desenvolvimento dele no decorrer do longa e como ele interage com os coadjuvantes. Dos personagens coadjuvantes neste filme o destaque fica principalmente com Maki, a personagem é quem inflama Yuta a lutar e ainda tem um tempo de tela para expor seus objetivos. Inumaki e Panda também possuem seu destaque no decorrer do filme, apesar de ser de uma forma um pouco menor. Satoru Gojo acaba tendo uma participação bem menor do que esperava, mas gosto como as aparições dele sempre levam um tom com um pouco mais de humor.

Apesar do longa funcionar bem na abordagem de sua temática, o mesmo não pode ser dito de seu roteiro como um todo. O roteiro do longa falha em questão de linearidade, existe a separação entre os atos, como o primeiro apresentando o universo da obra, o segundo ato mostrando o conflito e o terceiro ato apresentando uma resolução ao conflito. Porém, existem muitos saltos temporais no decorrer do filme que só são identificáveis através de diálogos expositivos (e existem muitos) ou pelas roupas dos personagens. Essa falta de linearidade ocorre de forma clara também no terceiro ato, com diversas lutas sendo apresentadas e não tendo uma resolução em tela. Isso acaba fazendo com que o longa fique com mais cara de filme resumo do que uma obra com roteiro pensado exclusivamente para o cinema.

Em questões técnicas o longa não decepciona, a animação está muito bem produzida, com cenas de luta muito fluidas e um bom uso de sombras e da iluminação. O visual dos personagens e dos ambientes também estão muito bem produzidos, com destaque ao Yuta e a Rika no modo amaldiçoado. A trilha do filme é boa, porém não senti que os temas musicais do longa tiveram impacto.

No geral, JUJUTSU KAISEN 0 funciona para apresentar a franquia para novas pessoas sem a necessidade de ver a primeira temporada da série. Sua temática em torno do amor funciona no embate entre Yuta e Suguru, porém o filme acaba falhando ao apresentar um roteiro com linearidade. Como consequência a obra fica mais parecendo mais um filme resumo do que algo construído pensado para o cinema. A animação funciona e tem cenas bem produzidas, porém sua trilha não possui temas que tragam impacto ao longa.

Trailer de Jujutsu Kaisen 0 com 6 milhões de visualizações em dois dias

Subscreve
Notify of
guest
2 Comentários
Mais Antigo
Mais Recente Mais Votado
Inline Feedbacks
View all comments
light 701
light 701
1 , Maio , 2022 2:36

vou ver amanha

CharlesD
Charles
1 , Maio , 2022 8:38

Mais tarde devo assistir.