Entenda a polêmica envolvendo a Sato Company e o uso de legendas de fansub

Desde que a exibição da série Tokusatsu Black Kamen Rider Kamen Rider Black foi interrompida no canal Band após a Sato Company ter tido problemas problemas jurídicos com o dublador Élcio Sodré (que também é conhecido no Brasil por dublar o personagem Shiryu de Dragão em Os Cavaleiros do Zodíaco), a relação entre a distribuidora e os fãs brasileiros vem se deteriorando aos poucos.

Desde o final do mês de setembro o perfil Toku Em Chamas vem realizando uma série de denuncias apontando que diversas séries Tokusatsu adicionadas pela Sato Company na Amazon Prime Video teriam suas legendas retiradas diretamente de fansubs. As séries que o perfil denunciou o uso de legendas de fansubs foram Garo e o filme Garo: A Flauta Secreta. Rapidamente as denuncias foram se espalhando nas redes sociais e o publico fã de Tokusatsu começou a questionar a origem das legendas utilizadas pela distribuidora nestas séries.

As coisas esquentaram mais após o site de streaming não oficial Tokuflix anunciar o fim de suas atividades após a Sato Company solicitar através de uma notificação extrajudicial a retirada no catalogo do site de séries Tokusatsu pertencentes à Toei Company. Mas com o lançamento de Kamen Rider Zi-O e Black Kamen Rider Kamen Rider Black na Amazon Prime Video, novamente surgiram novas denuncias de uso de legendas produzidas por fansubs.

Na noite desta quinta-feira a Sato Company finalmente se pronunciou formalmente sobre o ocorrido e em comunicado enviado ao OtakuPT afirma que apurou o ocorrido, que confirmou o fato junto das empresas responsáveis e que elas estão revendo seus protocolos de trabalho para evitar novas ocorrências injustificáveis. A distribuidora afirma que lamenta o ocorrido e que quer elevar o nível de cuidado para evitar novas ocorrências similares.

Já sobre o fim da site de streaming não oficial Tokuflix, a distribuidora confirma que solicitou a retirada de séries pertencentes à Toei Company e que os “responsáveis pelo serviço compreenderam e concordaram com a remoção do conteúdo” e que a Sato Company jamais pediu, sugeriu ou impôs o fechamento do site não oficial.

Confina na integra o comunicado da Sato Company:

 

COMUNICADO:

Em vista das recentes críticas dirigidas à SATO COMPANY sobre assuntos do interesse dos fãs de nossos conteúdos, esclarecemos que:

1) LEGENDAS DE FANSUB.  A SATO COMPANY é uma distribuidora e agregadora de conteúdos que contrata pessoas e empresas especializadas na legendagem de audiovisual. Quando tomamos conhecimento, através de nossos atentos fãs, que algumas legendas poderiam ter sido extraídas de fansubs, apuramos e confirmamos o fato junto das empresas responsáveis, que estão revendo seus protocolos de trabalho para evitar novas ocorrências injustificáveis. Lamentamos o ocorrido e, de nossa parte, também elevaremos o nível de cuidado para evitar novas ocorrências similares.

Embora nossos cuidados para prevenir responsabilidades sobre o trabalho dos referidos terceiros estejam em padrão compatível com as práticas habituais de mercado, reforçaremos a conferência do conteúdo quando entregues pelos fornecedores contratados. Porém, não podemos nos esquecer que a própria disponibilização de legendas fansubs resulta em conteúdo de terceiros irregularmente utilizado pelos responsáveis, em total desacordo com os tratados internacionais e legislação que protege a Propriedade Intelectual do conteúdo audiovisual, pois somente o titular dos direitos pode autorizar a tradução e legendagem.

2) DUBLAGEM BKR. Embora a SATO COMPANY tenha agido de boa-fé, está trabalhando na melhor solução para o impasse envolvendo direitos de terceiros, com o intuito de tornar novamente disponível a série para o deleite de seus fãs. Não podemos revelar detalhes, porém asseguramos que nossas atividades são pautadas nas melhores práticas de mercado e em conformidade com a legislação aplicável.

3) TOKUFLIX: A SATO COMPANY, em regular representação da TOEI COMPANY, solicitou a retirada dos conteúdos TOEI disponibilizados irregularmente, sem a necessária licença dos direitos de propriedade intelectual. Os responsáveis pelo serviço compreenderam e concordaram com a remoção do conteúdo, que poderá ser posteriormente legalizado por estes se contratada a licença necessária. Jamais pedimos, sugerimos ou impusemos o fechamento do serviço.

4) PROPRIEDADE INTELECTUAL. A facilidade e democratização de conteúdo trazidas pela internet e equipamentos digitais trazem a falsa impressão de que tudo é grátis e que tudo é permitido. Ainda há quem pense que a internet é terra sem lei. Porém, o que ocorre no mundo virtual ou digital encontra o correspondente respaldo na lei, e o mesmo ocorre em relação ao conteúdo audiovisual que todos nossos fãs adoram consumir: os tratados internacionais e legislação conferem proteção à propriedade intelectual que representam. O mercado do entretenimento audiovisual só consegue manter-se ativo e gerando novos conteúdos mediante a justa compensação e remuneração de seus altos investimentos, tanto em relação aos criadores quanto aos produtores e distribuidores de conteúdo audiovisual.

Felizmente, desde os anos 80 vemos uma crescente regularização do mercado audiovisual em termos de respeito à Propriedade Intelectual, o que SATO COMPANY apoia irrestritamente. Por isso que há 35 anos investimos recursos na aquisição de direitos para trazer conteúdos de valores positivos que encantam e emocionam através da magia do entretenimento.

Repudiamos o desrespeito ao direito de qualquer profissional ou empresa envolvidos na cadeia de direitos da Propriedade Intelectual de conteúdos audiovisuais ou de qualquer outra criação. Todos que trabalham correta e legalmente são e serão respeitados pela SATO COMPANY, que visa a trazer mensagens positivas e edificantes: que o BEM vence o MAL e que ser honesto e correto constrói uma sociedade melhor. Continuaremos firmes em nossa filosofia e missão, acreditando que esses valores essenciais representados na arte semeiam uma sociedade cada vez melhor.

Somos gratos aos verdadeiros fãs que apoiam e seguem os princípios do BEM e do CORRETO e seguiremos nessa trilha, inclusive buscando

ORIENTAR a quem, por lapso, tenha cometido erros e equívocos para que trabalhem corretamente.

A SATO COMPANY sempre defenderá o CORRETO e o LEGAL, de forma que continuaremos a atuar nos limites da lei e duramente contra piratas e infratores que exploram ilegalmente as propriedades que representamos legalmente.

One for all
And all for one!

Um fã de animes, cinema, games, séries e com um gosto musical incomum. Membro brasileiro do OtakuPT e formado em Processos Fotográficos.
Subscreve
Notify of
guest

7 Comentários
Mais Antigo
Mais Recente Mais Votado
Inline Feedbacks
View all comments
toygame
toygame
9 , Outubro , 2020 14:08

Usar legendas de fansub é ridiculo,por que as pessoas fazem isso sem fins lucrativos e a empresa usou de má fé nessa questão

Marco MK
Marco MK
Reply to  toygame
11 , Outubro , 2020 2:09

Muitos dos sites alternativos tem lucros sim. mas o uso de legendas é muito errado pois os profissionais rebem pelo serviço.

toygame
toygame
Reply to  Marco MK
12 , Outubro , 2020 14:29

Sites alternativos tem lucros para manter o site no ar. No site que eu vejo minhas series o adm sempre deixou claro que usa os anuncios com essa finalidade.
A questão do uso das legendas é errado ,por que os fansubs fazem sem fins lucrativos e isso não é considerado crime.

Tio Spider
Tio Spider
Reply to  toygame
13 , Outubro , 2020 13:26

Em vez da Sato em entra em contato com o fansub responsavel e pagar os caras não, paga a pessoas quem não faz o serviço e se apropriar de trabalhos dos outros, sempre o jeitinho brasileiro de calote e se sair bem em tudo.

toygame
toygame
Reply to  Tio Spider
14 , Outubro , 2020 12:55

Pois é,seria bom isso

Aleksey K. "Лонелy Деемо"
9 , Outubro , 2020 14:08

“confirmamos o fato junto das empresas responsáveis, que estão revendo seus protocolos de trabalho para evitar novas ocorrências injustificáveis.” com todo respeito, mas isso apenas significa que usam da propriedade intelectual para lavar as mãos. Os fansubs desempenham um trabalho sem amparo legal, e segundo a minha interpretação do comunicado, essas empresas de tradução não podem e não serão punidas por se apropriarem de um trabalho alheio ao invés de fazerem o que foram pagas pra fazer, pois se o trabalho dos fansubs não tem embasamento legal ele não é de ninguém.

Ronanfalcon
Ronanfalcon
6 , Novembro , 2020 3:16

“Jamais pedimos, sugerimos ou impusemos o fechamento do serviço.”
Esta parte não faz diferença, pois como o site se manteria no ar sem conteúdo? Não estou tomando lados, só digo que o site fechou, por que deixou de ser possível manter no estado atual, então o que aconteceu nisso tudo É SIM a causa.