A esquizofrenia da censura de Nanatsu no Taizai 3

Temos um personagem a sangrar da boca, mas quando este cospe o sangue passa de vermelho a branco!!!

A esquizofrenia da censura de Nanatsu no Taizai 3

Com o 3º episódio de Nanatsu no Taizai: Kamigami no Gekirin (The Seven Deadly Sins: Wrath of the Gods), a terceira temporada da série anime  / , ficou bem patente a falta de direção que a série anime tem, deitando fora toda a sua consistência.

Se o primeiro episódio foi muito criticado pela sua estranha censura com fluidos brancos, o segundo episódio já fez regressar o sangue à sua cor original, mas neste terceiro episódio vemos algo completamente irracional numa falta de consistência enorme, talvez apenas justificável numa tentativa de agradar a todos e que no final não agrada a ninguém.

Temos um personagem a sangrar da boca, mas quando este cospe o sangue passa de vermelho a branco!!!

A produção de Nanatsu no Taizai 3 foi desde o seu inicio muito conturbada, desde o abandono da franquia pela Aniplex (e claro a A1-Pictures que animou as anteriores séries e filme), à contratação do que depois subcontratou outro estúdio de animação, iria ser um desafio enorme conseguir apresentar uma terceira temporada de qualidade e este tipo de inconsistências é um pequeno vislumbre do caos que deve estar a ser a produção da série anime.

A primeira temporada de contou com 24 episódios que começaram a ser exibidos em 2014. Tivemos depois o especial de 4 episódios The Seven Deadly Sins -Signs of Holy War- em agosto de 2016, sendo que a segunda temporada estreou em janeiro de 2018 com o nome The Seven Deadly Sins: Revival of The Commandments (Nanatsu no Taizai: Imashime no Fukkatsu).

Um filme anime intitulado The Seven Deadly Sins: Prisoners of the Sky (Nanatsu no Taizai: Tenkuu no Toraware Hito) estreou nos cinemas japoneses a 18 de agosto de 2018.