Screenshot CMTV
Screenshot CMTV

A Polícia Judiciária avisada pelo FBI deteve ontem em Portugal um jovem de 18 anos, estudante de Engenharia Informática, por este estar a preparar uma “ação terrorista” que teria como objetivo matar o maior número de estudantes esta sexta-feira na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

Em buscas à casa do jovem a polícia não encontrou armas de fogo, mas sim um plano em como este iria matar o maior número de pessoas possível e ainda armas brancas, bestas e botijas de gás.

A investigação policial determinou que o jovem não tinha motivações religiosas e tinha apenas um culto de violência querendo imitar os ataques que acontecem nos USA.

Screenshot Visão
Screenshot Visão

Claro está que os meios de informação generalistas se atiraram de imediato à história tentando atrair ao maior número de cliques e inevitavelmente começaram logo a associar os Videojogos e o Anime ao jovem.

Aliás, o desconhecimento do género Anime é tal que o próprio jornalista da Visão claramente se trocou todo na sua descrição, onde escreveu:

Anime, expressão que, habitualmente, está conotada com a banda desenhada oriunda da cultura popular do Japão.

Oxford – Não existe nenhuma conexão entre jogos de vídeo e violência

Ainda recentemente a Universidade de Oxford revelou o resultado de um estudo que mostra que não existe uma ligação que sugira que os adolescentes se tornam violentos devido aos videojogos. No entanto, a imprensa sensacionalista continua a capitalizar nessa ideia e a induzir muitos em erro.

Subscreve
Notify of
guest
11 Comentários
Mais Antigo
Mais Recente Mais Votado
Inline Feedbacks
View all comments
[Naoki]
[Naoki]
11 , Fevereiro , 2022 19:24

Por acaso já tinha lido essa notícia e até comentei com amigos meus. A lógica do artigo é quase nula, mas a técnica que usam não é única. Sempre que há um caso parecido e condições, a imprensa e afins, tentam sempre associar tudo de modo a criar ainda mais problemas e mentiras onde elas não existem.

Tiago Miguel
Tiago Miguel
11 , Fevereiro , 2022 18:42

Afinal a notícia estúpida da semana não foi no Japão mas sim em Portugal

Bruno Reis
Bruno Reis
Reply to  Tiago Miguel
11 , Fevereiro , 2022 18:42

A estupidez não tem barreiras nem limites

Blu3s
12 , Fevereiro , 2022 0:42

E eu pensando que esse tipo de culpabilização burra de animes e vídeo games em episódios envolvendo crimes e violência era coisa só daqui do Brasil, aqui temos uma emissora de TV aberta que é praticamente referência em promover esse tipo de reportagem sensacionalista.

☯️ Daniel ☯️ ᕦʕ • ᴥ • ʔᕤ
☯️ Daniel ☯️ ᕦʕ • ᴥ • ʔᕤ
Reply to  Blu3s
13 , Fevereiro , 2022 12:37

Como tuga vá por mim, a burrice e estupidez não é exclusivamente de um único país, Portugal só não tem mais casos iguais porque é um país pequenino.

Fada das gyozas
Fada das gyozas
11 , Fevereiro , 2022 18:58

faz o mesmo curso que eu

Bruno Reis
Bruno Reis
11 , Fevereiro , 2022 18:41

Se o rapaz queria fazer um atentado como os dos Estados Unidos da América, então a culpa aqui (se é que existe) não são os animes, nem os videojogos, mas sim os noticiários. Nessa programação é que indicam que aconteceu um atentado e como foi efetuado. Os noticiários referem com tanta clareza como foram que mentes mais fracas podem enveredar para essas vias.

Independentemente do caso, o rapaz tem sérios distúrbios psicossociais e se sair impune sem responsabilidades pode ser um sério perigo público. Mas isto as televisões e outros programas ninguém vê é mais fácil atirar as culpas para os hobbies do que soluções e responsabilidades.

Admmi
Admmi
11 , Fevereiro , 2022 17:11

O costume, não pode ser só um maluco qualquer, tem de ser um q (por grande surpresa minha e de todos) gosta de uma coisa muito popular hoje em dia.

Samuel Silva
Samuel Silva
11 , Fevereiro , 2022 17:12

Se ele fosse á missa todos os domingos seria informação relevante para traçar o perfil dele? Ou se fosse escuteiro, se gostasse de ouvir música clássica? Generalizar e culpar os videojogos, anime, ou obras de ficção em geral é tão fácil…

Pedro Lopes
Pedro Lopes
11 , Fevereiro , 2022 16:39

Artigos feitos por pessoas que ainda vivem no século passado ou completamente alheias ao aumento da indústria do anime e dos videojogos que será talvez consumida por grande parte dos jovens e não só da atualidade

Nuno Alves
Nuno Alves
18 , Fevereiro , 2022 9:50

Que estupidez…