Komi Can’t Communicate 2: Episódio 1 (13) – O Inverno chegou

Bem, como começar um artigo após fica dois meses fora, talvez começando me reapresentando para o público, mas existe minha tag, então aqueles que me desconhece podem ler meus textos antigos, então que tal um pensamento do que fiz durante as minhas “férias”, melhor não, eles ficariam tediosos, então como fazer para entreter o público então? Que tal uma enxurrada de informações, afinal de contas o anime começou justamente mostrando tudo que foi desenvolvido na “temporada” passada, para mim eu não conto essa parte como uma nova temporada, não é atoa que estou contabilizando com um décimo terceiro episódio, mas o fato de ter uma temporada de descanso faz muita gente esquecer algumas partes da história, fora que essa temporada termos títulos pesados como Kaguya-sama e Spy x Family, então a obra necessitava ter um começou energético para reativar a memória do público.

Que a batalha do século comece.
Que a batalha do século comece.

Tudo começa justamente com um segmento praticamente original, já que como falei antes era necessário lembrar da história do anime por pessoal e toda a dinâmica me fez rir, principalmente que a narração fica a cargo de Najimi e tivemos toda aquela brincadeira que o personagem tem desde os primeiros episódios, só que a ideia de quebrar a quarta parede em contextualizar a nova abertura como estivesse tocando no celular de Najimi foi sensacional, foi como uma carta de reapresentação por lembrar que assim como nós, a pessoal da produção são fãs da obra, tanto que readaptaram o quadro do caderno com o nome dos amigos adquiridos da “temporada” passada num todo novo segmento.

Um mechan pra promover a música e a dubladora.
Um mechan pra promover a música e a dubladora.

Chegando ao personagem mais esperado nessa segunda parte do anime e eu adorei como o anime introduziu o Katai(Katai Makoto/片居 誠/かたい まこと/Sinceridade ríspida), pois a apresentação dele remeteu bastante o Live-action, pois o anime inovou em fazer uma adaptação autoral da obra, mas no Live-action introduziu bem o personagem que provavelmente a staff do anime se inspirou dele, pois a animação não seguiu completamente o mangá onde a piada do personagem é a primeira informação que temos dele, mas o anime tratou em fazer a introdução do personagem, mas tanto um contexto no texto enquanto a animação mostrava outra, eu ri demais quando expandiram a piada do original utilizando o único recurso bom do Live-Action que foram a readaptação dos personagens, por falar do Katai, Kamio Shinichiro(Koigakubo de Blue Period, Nobutaka Ban de Shakunetsu Kabaddi, Sonju de Yakusoku no Neverland e Dumuzid de Fate/GC) basicamente arrendou seu lugar como voz do personagem, pois ele captou todas as nuances que o personagem possui seja sua voz doce como sua personalidade, quando sua imponente voz de sua presença e por fim falarei que a última cena dele com o Tadano, lembre-se bem para uma possível “segunda temporada”.

O Kataizão da massa.
O Kataizão da massa.

Agora falando do segmento do episódio que foi de extrema importância, afinal de contas ajudou a definir a relação para lá de pacífica da Omoharu e Yamai, claro que preferia que tivesse sido logo na primeira “temporada”, mas foi muito engraçado ver a relação das duas e Najimi aproveitando tudo isso para jogar enquanto o resto do pessoal estava estudando e as duas personagens amigáveis trocavam carícias verbais, para infelicidade do des-fãs da Yamai, mas relaxem pois numa terceira “temporada” teremos algo estritamente épico, mas por agora vamos conferir o desenrolar da relação das duas e para não esquecer: eu ri muito nesse segmento também.

Dessa briga está saindo até faísca.
Dessa briga está saindo até faísca.

Este primeiro episódio atendeu a todas as expectativas de uma reintrodução de público, tivemos uma recapitulação de tudo que foi apresentado na primeira parte, tivemos introdução de personagem novo importante da trama, tivemos um novo conflito para permear a temporada, então faltava lembrar do conflito romântico que a obra possui e mesmo que a historinha desse segmento seja genérica, foi divertido acompanhar o florescimento de um romance que teve um progresso significativo no mangá ironicamente nessa semana.

Nem parecem que estão fazendo "peripécias" no mangá.
Nem parecem que estão fazendo “peripécias” no mangá.

Basicamente era isso que eu tinha para falar do episódio do anime da Nossa Imaculada Senhorita/Rapariga, pois irei tentar fazer algo mais complexo no próximo review, aqui é Jonh Vini essa foi a minha review desta série, estou à espera dos vossos Feedbacks do episódio e da review para melhorar minha escrita para vocês, não se afobem pois arrependimento mata, vamos discutir pacificamente, sem puxar palavras de baixo calão já que como podem ver eu não desferir nenhuma contra vocês, fora que é saudável porque enriquece a vida de todos, dúvidas ou questionamentos da obra serão sanadas nos seus comentários e até mais.

Komi-san: Love is War.
Komi-san: Love is War.

Extra:

Shipadores de HitomixShousuke tenho péssimas notícias.
Shipadores de HitomixShousuke tenho péssimas notícias.
Subscreve
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments