Meu Anime #21

Meu-Anime-n-21Vinte e um é um número que me lembra algo … mas não sei o quê ? Enfim, na edição dessa semana da coluna ainda não incluí nenhum anime ausente das anteriores, mas eu pus em dia todos os animes que eu já vinha acompanhando mas que eu estava um episódio atrasado, de modo que assisti e comento dois episódios de vários dos animes aqui presentes.

De resto, acho que o comentário mais relevante é que Regalia não estará mais presente a partir da semana que vem. Não fui eu quem dropou o anime, foi o anime quem me dropou! Não sei se vou retomá-lo quando ele retornar, mas se eu estiver bem de tempo é provável que sim.

Ainda atrasado (mas menos do que semana passada), leia abaixo meus comentários sobre os animes que assisti nessa semana!

91 Days91 Days - 3_27

Episódio 3

A política das famílias mafiosas é bem mais complexa do que uma hierarquia rígida centrada no Don e a fraternidade demonstrada pelo Vanno e pelo Nero faziam supor. Ronaldo, dos Galassia, sabe disso e está usando a seu favor para crescer dentro da família Vanetti. Mais especificamente, tramou junto com Frate, filho de Vincent e irmão de Nero por tudo o que entendi, o exílio do irmão mais velho da família (Nero é o mais velho, certo?). Graças ao envolvimento de um policial corrupto a guerra com a família Orco parece inevitável, por isso Vincent não vacila em concordar com o plano do filho mais novo. Supostamente, Nero viveria. Mas nunca foi essa a ideia de Ronaldo, e Frate não teve pudor em vender o irmão. Angelo agora deve achar que está em excelente posição para dar continuidade à sua vingança mas mal sabe que um assassino já está na cola deles. Nero e Angelo virarão fugitivos juntos, irão se ajudar mutuamente? Eu espero que não, exceto lógico pela ajuda circunstancial inevitável, porque a ideia de uma vingança sem freios, sem piedade e sem remorso até o final – trágico ou redentor – me parece muito mais interessante. Mas já percebi que não posso ser muito idealista ao ver nesse episódio Corteo encurralando Cerotto, enquanto eu esperava que seu personagem se mantivesse “puro” até o final, como contraponto ao Angelo. A animação teve uma queda de qualidade, não teve? Bom, isso é estúdio Shuka. Até que durou bastante tempo a animação linda dos dois primeiros episódios.

Nota: ???½

Alderamin on the Sky

Episódio 3

Um pelotão pequeno é um pelotinho? Eu não acho que esteja exagerado o Ikuta dominar tanto assim a arte da guerra, quero dizer, ele ainda não fez nada realmente excepcional senão dominar o básico. O exagero está em seus oponentes serem tão ruins. Os dois irmãos do Tolway são burros demais, convencidos demais, que horror. Eles até podem querer zombar e se impôr sobre os cinco cavaleiros que salvaram a princesa por eles serem novatos, mas bem … eles ainda são os cinco cavaleiros que salvaram a princesa de trás das linhas inimigas em uma frente de batalha que estava tão ruim que pouco tempo depois caiu. Deveriam pelo menos desconfiar que talvez algo de especial eles têm, não é?

Nota: ???

Amaama to Inazuma

Episódio 4

Sou muito fresco para comer desde criança e até hoje. Nunca gostei de legumes e verduras, então eu totalmente entendo a Tsumugi. Além disso, eu não comia quase nenhuma forma de carne também, exceto carne moída e variações (como hambúrguer e almôndega), presunto e salsicha. Carne pelo menos eu passei a comer depois de velho, mas ainda não gosto muito dela desfiada (seja carne de boi ou de frango – sim, não gosto de coxinhas), mas legumes e verduras sem chance, só batata, tomate, pepino, beterraba, e acho que mais nenhum. Como curiosidade, sabia que a memória associada à visão e audição em relação a algo costuma ser a mais recente, mas a memória do olfato, um sentido muito mais primitivo, costuma ser a mais antiga? Como o olfato é mais responsável que o próprio paladar na formação do gosto que sentimos das coisas, isso significa que forçar uma criança a comer algo e criar uma memória negativa disso pode ter o efeito contrário e fazê-la jamais gostar daquilo. Tenho poucas lembranças de quando era muito novo, mas me lembro de quando vomitei tentando comer couve-flor. Não sei as circunstâncias, acho que não fui forçado, tentei comer porque pareceu bonito mesmo, sei lá, só sei que deu tudo errado e qualquer coisa verde meio dura, meio fria e suculenta até hoje me faz sentir arrepios só de pensar (e pois é, isso descreve a maioria dos legumes).

Nota: ???

Amanchu!

Episódio 3

A Hikari também se sente nervosa e tem inseguranças, quem conseguiria dizer só de olhar, não é? Bom, eu disse. Acho que disse. Devo ter dito. Ela realmente parece uma pessoa que está o tempo todo se esforçando, ainda que isso seja tão natural para ela que pareça ser apenas avoada. E hiperativa. Ainda acho que ela é hiperativa, mas talvez seja só ansiedade. Enfim, Futaba e Hikari são inseguras, mas uma se deprime e a outra fica ansiosa (e tem menos com o que se preocupar no geral já que não se mudou de cidade, tem sua avó, sua turma de mergulho, etc). A Futaba decidiu agradecer a Hikari e no geral abrir o coração sobre suas preocupações e o resultado foi que as duas se conheceram, se entenderam e se aproximaram um pouco mais.

Nota: ????

Battery

Episódio 3

Ao contrário do que o Gou diz no final, o Takumi não é o pior tipo de pessoa. Talvez seja o segundo pior tipo, mas acho que é exagero ainda. O pior tipo é o treinador. Não existe pessoa pior que um adulto exercendo um pequeno poder por motivo nenhum sobre adolescentes, apenas porque ele pode. A atitude do Takumi é ruim e ele não colabora mesmo (e tenho certeza que ou o treinador sabe ou tem uma suspeita muito forte de que o Takumi machucou o apanhador anterior de propósito), mas rebaixar o garoto e exigir que siga ordens estúpidas não vai trazer nada de bom pra ninguém. Mas a frustração do Gou é compreensível, ele só está enfrentando a mãe e escolhendo o beisebol porque ele quer jogar com o Takumi, mas daí vem o Takumi e diz que não se importa se nunca for escalado para jogar? Com a personalidade do Takumi que com certeza vai afastar ao invés de atrair a maior parte do time, acredito que a essa altura a única esperança dos dois é o avô dele intervir – e mesmo assim talvez o treinador se recuse a escutar, afinal sofreu com a derrocada do time colegial por causa da saída do avô do Takumi, então treinador, enquanto fazia parte dele.

Nota: ????

BerserkBerserk - 5_9

Episódios 4 e 5

Eu lembro desse arco no mangá! Muito bom, acho esse inquisidor muito legal. Sabe que com tudo o que ele tem de vilânico eu ainda assim lamentei o destino dele? Bom, já estou quase dando spoiler aqui, hehe. Achei a atmosfera dos episódios muito boa, transmitiu bem a sensação que eu havia tido no mangá … ou quase. O favelão aos pés do mosteiro era muito maior no mangá. Eu sei que o anime não detalhou seu tamanho, mas acho que exatamente esse foi seu erro. Acho que era importante ter estabelecido muito bem o contraste entre a pequena elite clerical, servida pelo exército controlado pela nobreza, e a enorme massa miserável que compõe o povo. De resto, nenhuma crítica (nenhuma nova pelo menos, as texturas dessa animação e algumas cenas onde o movimento parece muito falso continuam incomodando, mas isso é o de sempre desde o começo).

Nota: ???½

Days

Episódio 4

Chikako entra para a história! Pela abertura, ela vai ajudar a preparar estratégias para a equipe? Bom, ela foi estabelecida como uma personagem inteligente e já citou o Romance dos Três Reinos, uma história de guerra, nesse episódio. Estratégias de guerra são frequentemente comparadas na cultura popular à esportes de equipe (e faz sentido, vários desses esportes surgiram como festejos e tradições que na prática eram simulações e treinamento de guerra, em nada diferente delas, com mortes e tudo). Ela é alguém que já teve um sonho e lutou muito por ele, como Tsukushi faz hoje pelo futebol, mas foi estraçalhada por seguidos fracassos e desistiu. Ver o Tsukushi insistindo no sonho dele a irritou, mas no final de alguma forma ele a inspirou e a atraiu. Agora parece que ela quer ver de perto como vai ser a história dele – e ajudar. Ela não quer apenas ver aquelas costas correndo na chuva e a deixando para trás: ela quer empurrá-lo para que ele consiga ir ainda mais longe.

Nota: ???½

Handa-kunHanda-kun - 4_9

Episódios 3 e 4

No episódio 3 terminou de formar a “gangue do Handa” (ela tinha um nome, lembro dele no primeiro episódio, mas não importa), e no episódio 4 … o que foi aquilo? Um musical? HAHAHAHA!!! Handa-kun é excelente!

Nota: ????½

Hatsukoi Monster

Episódio 4

Uma coleção de perversões pode até ser engraçada (e em alguns momentos foi), mas continua sendo só uma coleção de perversões. A salvação do episódio foi a sequência de “terror” com a Mafuyu, mas em contrapartida teve uns quadros horríveis no resto do episódio, então não sei se compensou tanto assim. A história do episódio foi zero.

Nota: ??

Kono Bijutsu-bu ni Mondai ga Aru!

Episódios 3 e 4

Vários personagens novos: a Collete, as colegas de classe da Usami, e a nova professora conselheira do Clube. Todos muito divertidos – ri muito com a Collete, principalmente. E nem ligo mais se o Uchimaki não gostar da Usami e eles nunca ficarem juntos. Ele é só um garoto normal, ele em si não tem muita graça e os dois juntos ou separados não mudam muito minha impressão deles. A Usami é bonitinha assim porque gosta dele, porque está apaixonadinha, enquanto ela continuar assim vai estar tudo bem, é isso o que importa.

Nota: ????

Mob Psycho 100

Episódio 3

O ONE não se segura né? Ação e lição de moral no meio de sua comédia de absurdo. Bom, não achei ruim, foi divertido. Algo como “seu poder são suas emoções”, mais ou menos isso. Aliás: o simples movimento de sorrir é sim capaz de nos deixar verdadeiramente felizes – o cérebro interpreta dessa forma o movimento dos músculos formando um sorriso e reage de acordo. Somos apenas máquinas biológicas e não as criaturas espirituais que idealizamos, afinal.

Nota: ???

New Game!New Game! - 4_14

Episódios 3 e 4

Coisa que odeio em empresas e que o episódio 3 mostrou: reclamam quando você chega tarde mas sair mais tarde tudo bem, maravilha. Pelo menos parece que por lá eles recebem hora extra, né? Porque em empresa de tecnologia aqui no Brasil o que costuma existir, na melhor das hipóteses, é um banco de horas escroto que você não consegue usar quando bem entende ou quando precisa (e mesmo com ele lotado de horas ainda vai ser cobrado quando se atrasar, esteja certo). Mas bom, não era esse o objetivo do episódio, né? Que bom que a Aoba está fazendo progresso e etc. Não, sério, eu entendo ela de verdade. É só que no momento não vou conseguir falar bem de coisa nenhuma, hahaha! E quanto fanservice safado no episódio 4, hein? Bom, não posso dizer que achei ruim…

Nota: ???½

Orange

Episódio 4

Se a Naho do futuro sabe de quem o Kakeru gosta eu não sei, mas como raios a Naho do passado não percebe? E já que estou no tom de reclamação, o que foi aquela longa cena mostrando os complexos mecanismos de uma máquina de casquinha de sorvete?? Se teve algum propósito eu fracassei completamente em perceber. Achei sinceramente que era um curta animado aleatório que passou antes do episódio de verdade começar e não cortaram da raw por preguiça. Enfim. A Ueda é grudenta mesmo, não é? Bom, como alguém que também se mudou para lá (mas ela deve ter se mudado há mais tempo, sei lá) deve ter chegado e se sentido bastante insegura, e isso pelo menos poderia ajudar a explicar o ciúme e o grude dela. Mas ela não importa, o anime não é sobre ela, é sobre os seis principais. O Kakeru acabou de entrar no grupo e já faz toda essa diferença nele. Não só por ele mesmo, mas porque a Naho ficou melancólica por causa dele e todo o resto do grupo ficou meio estranho por consequência. A Naho continua bastante covarde, mas meio que dá para entender. A carta só diz o que fazer ou deixar de fazer, e isso ela meio que percebe instintivamente por conta própria e o fato de ler isso escrito só coloca ainda mais pressão nela. Faz sentido que seja assim, afinal foi ela mesma quem escreveu! Foi preciso uma pessoa de fora, o Suwa, para dizer a ela porque deveria agir. Funcionou! E eu queria falar sobre o futuro mas deixa para o próximo episódio, já escrevi bastante, hehe.

Nota: ???½

Re: Zero Kara Hajimeru Isekai Seikatsu

Episódio 17

A primeira coisa que pensei ao terminar de assistir esse episódio foi: eu deveria ter gostado disso? Como sempre exagerado, com muita ação e algumas revelações crípticas, fica a impressão de que ele foi feito para ser incrível. Eu nem falo mais na reação dos fãs porque já estão no nível fã de superstar, que grita apoteoticamente com uma simples piscadela – e se você é fã e está adorando desse jeito, não entenda isso como uma crítica, estou apenas constatando que a base de fãs deixou de ser um termômetro para essa série. E não foi um episódio ruim não. Por todos os meios, acho até que foi bom, suficientemente bom. Mas quando todos os episódios têm melodrama e carnificina, um pouco mais de melodrama e carnificina perdem o efeito, acho que é assim que venho me sentindo com Re: Zero. Não ajuda que o Subaru esteja em seu absoluto pior e sem acrescentar em nada à caracterização do personagem. Me sinto assistindo um louco esquizofrênico se auto-mutilando e berrando impropérios contra seus fantasmas invisíveis sem que eu possa fazer nada. É apenas lamentável, é apenas triste. As informações e mecânicas novas são crípticas, não permitem conclusões satisfatórias, e o próprio protagonista é muito lento para absorvê-las então assistir o anime por isso há muito perdeu a razão, principalmente considerando que ele irá acabar muito antes do fim da história que adapta então é altamente provável que tudo isso seja para nada e termine inconcluso. Foi um bom episódio, mas não me sinto nada bem após tê-lo assistido.

Nota: ???

Regalia: The Three Sacred StarsRegalia - The Three Sacred Stars - 4_13

Episódios 3 e 4

O episódio três foi bom, dá pra acreditar? Quero dizer, a ação foi legal e as revelações foram boas, ajudaram o enredo a avançar. O quatro teve mais algumas revelações mas foi no geral um episódio bastante arrastado e que só serviu para dizer qual a moral (pelo menos por enquanto) desse anime: proteger alguém não é guardá-lo em um baú, não é ser um escudo e ficar a sua frente, mas sim ficar ao seu lado e ajudá-lo. Mas e sobre a história em si, do que será que se trata? Uma dose de “vocês trouxeram a guerra para nós!” com duas de vingança e uma pitada de shota maníaco cujo papel eu ainda não entendi? Não importa, essa bomba deve ter gastado o orçamento da temporada inteira na batalha dos episódios 2 e 3, porque agora vai ser suspensa e só volta em setembro. É um raro caso em que não é você que dropa o anime, é o anime que dropa você!

Nota: ??½

Rewrite

Episódio 4

A história da Shizuru é bonitinha, mas e a história do anime? Vai ser assim então, apresentar as garotas e de alguma forma o protagonista escolhe uma no final? Isso é uma adaptação de visual novel um pouco literal demais.

Nota: ??½

Servamp

Episódios 3 e 4

Então o Sakuya era mesmo um traidor, hein. Bom, depois disso esse anime não pode mais ser chamado de sutil, né? Hehe. Mas é um inimigo do tipo trágico, achei bem divertida a história dele. Mas a história de Servamp em si está bastante confusa. Temo que esse será daqueles animes que não tem exatamente um sentido, apenas joga conceitos legais no meio das lutas. Alguém fala coisas inspiradoras, alguém fala coisas depressivas, alguém fala coisas cínicas, alguém fala coisas idealistas, e um dia acaba com a vitória do bem contra o mal.

Nota: ???

Tales of Zestiria the XTales of Zestiria the X - 3_11

Episódio 3

Então é assim que vai ser, o pastor vai se fundir com os serafins e usá-los como armas que possuem atributos semelhantes aos serafins empunhados? Isso explica a animação de abertura na qual aparece o Sorey e o Mikleo fundidos. Isso significa que ele vai colecionar serafins para usá-los como armas? Isso significa que outras pessoas podem ter seus próprios serafins de estimação? Eu sei, eu sei, as pessoas não enxergam serafins e coisa e tal, mas talvez alguém ainda enxergue, não é? Ou passe a enxergar? E será que todos os serafins são benevolentes, como os que apareceram até agora? Desde o nome, o arquétipo deles é o de anjos, e anjos podem trazer a morte e a destruição também. Digamos, um serafim revoltado porque humanos levaram a destruição ao seu paraíso celeste, como a Alisha quase fez, sem querer, no Elysio onde o Sorey morava? Um serafim assim poderia se aliar a um humano que planeje destruir o mundo? Enfim, estou mais especulando do que falando sobre o episódio, hehe. E tenho certeza que vai aparecer um sabe-tudo que conhece o game para me responder. Por favor: não me conte. Eu me divirto descobrindo os mistérios sozinho, conforme o anime se desdobra. Bom, sobre o episódio, foi bem mais movimentado que o anterior, mas a luta principal, do Sorey contra o infernal (um dragão translúcido) foi bem sem graça. A luta da Alisha contra sua assassina foi bem mais divertida, pena que foi curta e não foi conclusiva. Mas tenho certeza que veremos essa assassina de novo e quase certeza que ela é alguém que a princesa conhece. Ah, e você percebeu quem é a assassina? Dica: ela apareceu no episódio 0 (prólogo).

Nota: ???½

Fabio esqueceu o link pra notícia sobre Regalia e esse rodapé e teve que editar o artigo.
Ele tem seu próprio blog e você pode encontrá-lo no facebook também.