Monogatari series – A desconstrução do Harém

Artigo enviado por Jonh Vini.

Falar de Monogatari series provavelmente vem em sua mente cores vibrantes, caracteres chinês gigantes, uma Fanbase chata ou até mesmo um belo torcicolo, mas a minha pessoa (Jonh Vini) como um membro dessa tóxica Fanbase trago a esse sítio um compilado de informações sobre essa série que começou com lançamento de Bakemonogatari no longínquo ano de 2009.

Sinopse

Mesmo que se pareça complicado a história de todos os animes da franquia, basicamente o miolo da história consiste em nosso herói (Araragi Koyomi) que geralmente tenta resolver os problemas sobrenaturais bastante femininos, ou geralmente o contrário?

Nosso herói.
Nosso herói.

Mas deixando isso um pouco de lado, esses contos, no japonês: Monogatari, sempre são interessantes pois ou vão para comédia ou por drama, mas sempre nos faz pensar sobre a vida e cotidiano.

Ficha Técnica

Antes de falarmos um pouco do sucesso de Monogatari termos de falar de seu autor pois Nisio Isin(西尾 維新), ou usar seu Nickname, NisiOisin é um palíndromo brincando com seu próprio nome que é usado desde sua primeira publicação que Zaregoto publicado em 2002 na Mephisto(Subete ga F ni Naru), talvez com esse nome vocês não conheçam essa série(Zaregoto) mas talvez Kubikiri Cycle: Aoiro Savant to Zaregoto Tsukai seja um nome mais familiar justamente pelos OVAs,  outras obras famosas de NisiOisin foram Medaka Box, Juuni Taisen e Katanagatari, ambos escritos após do primeiro volume de Monogatari em novembro de 2006 e aqui temos um fato importante pois a série Monogatari é divido em três “temporadas” sendo a primeira composta por Bake, Nise, Kizu, e Nekomonogatari:Black, a Segunda é praticamente a Second Season com o filme de Hana e a última composta por Tsuki, Koyomi, Zoku e Owarimonogatari, óbvio que na primeira adaptação para tv a Shaft não tinha tanto dinheiro que é um fato curioso que Bakemonogatari foi além da primeira obra adaptada foi a que menos recursos teve para ser animado comparado aos demais títulos da franquia, apenas US$ 10.000 e muito do estilo visual da franquia foi criada pelo equipe de SHINBOU para contornar a falta de quadros de animação ocasionada pela falta de dinheiro.

 Mas uma referência para vocês.
Mas uma referência para vocês.

Falando de SHINBOU (Madoka Magica, 3-Gatsu no Lion, Sayonara Zetsubou Sensei, Fate/Extra e Arakawa under the Bridge) ele não foi o único diretor pois Oishi Tatsuya (Bake, Second Season, Kizu e Hidamari Sketch, como assistente de design) e Itamura Tomoyuki (Neko:Black, Nise, Hana, Koyomi, Owarimonogatari e Negima!) que são praticamente pupilos de SHINBOU trabalharam na série.

A tríade do psicodélico.
A tríade do psicodélico.

SHINBOU também tomou a responsabilidade pelo script de toda a série, mas também não foi o único pois Tou Fuyashi também adaptou a escrita de NisiOisin para o anime, mas um aluno de SHINBOU que tirando Monogatari series, ele escreveu em Nisekoi, 3-Gatsu no Lion e no desconhecido Katte ni Kaizou.

Sim, ele também escreveu para Zaregoto.
Sim, ele também escreveu para Zaregoto.

Indo para o desenho e animação, não temos SHINBOU produzindo mas temos Watanabe Akio que simplificou o traço de VOFAN para a animação, fora que ele também trabalhou em Grisai, Kami nomi zo Shiru Sekai, Pretty Rhythm, Etotama e até mesmo em Fireworks, o mais recente filme da Shaft.

A Arte da subtração de traços.
A Arte da subtração de traços.

Por fim a parte musical da franquia caiu no colo de Kousaki Satoru que não é da equipe fixa da Shaft, mas trabalhou nos últimos animes da mesma, mas sua carreira não se resume em trabalhos psicodélicos pois ele também fez parte de staffs de animes famosos como Lucky Star, Suzumiya Haruhi, Wake Up! Girls e Oreimo, com esse currículo é fácil dizer que ele é bom.

O compositor dos deuses.
O compositor dos deuses.

 

Openings e Endings

As aberturas e encerramentos de Monogatari series sempre são marcantes, independentes da temporadas, cada canção é memorável; começando com as múltiplas openings que é a piada da Shaft para as múltiplas endings de cada garotas-rota dos animes de Dating Sim de anos anteriores, vide Amagami SS e derivados, então falarei de cada open dos arcos das heroínas e lembrando que não falarei de filmes, especiais de tv e streaming na internet pois Koyomimonogatari aproveita todas as openings que irei citar.

Começando pela a “campeã”, Senjougahara Hitagi  “possui” a primeira opening da série (staple stable) da Bake e no Nise a dose é repetida [Futakotome (二言目)], a última da Second Season como um outro estranho personagem, Kaiki, [Kogarashi Sentiment (木枯らしセンティメント)] e da segunda parte do Owari (dreamy date drive); indo para Loli mas onee-sama da série, Hachikuji Mayoi possui a segunda opening da primeira série [Kaerimichi (帰り道)], também na Second Season (happy bite) e a primeira da segunda parte do Owari (terminal terminal); passando para a Kouhai/tomboy desportiva mas diferente das suas predecessoras Kanbaru Suruga só possui uma abertura, lembrando que estou ignorando Hanamonogatari, e como sua personagem-tema Ambivalent World é bastante alegre; talvez você já tenha ouvido essa que é a abertura mais famosa da primeira temporada de Monogatari series pois Renai Circulation é a mais celebrada das aberturas de Sengoku Nadeko, isso até hoje, mas não as únicas pois na Second Season termos Mousou♡Express (もうそう♡えくすぷれす);  fechando Bakemonogatari temos Sugar Sweet Nightmare da Hanekawa Tsubasa que mesmo eu quebrando a minha regra falando de um steaming/OVA, o mesmo possui o propósito de encerrar o primeiro livro, fora que foi lançado no mesmo ano, mas para não burlar a regra mais uma vez termos Chocolate Insomnia que é a primeira abertura da Second Season; agora partindo para o nepotismo temos Karen e Tsukihi, as imoutos do nosso herói e protagonistas de Nisemonogatari e como tal ambas possuem suas aberturas exclusivas sendo marshmallow Justice para Karen e Hakkin Disco (白金ディスコ) para Tsukihi; indo para a personagem mais misteriosa, se você assistir por ordem de lançamento, Oshino Shinobu é uma caixinha de surpresas tanto que sua dubladora não canta suas aberturas, pois se cantasse ela praticamente seria deus, então White Lies e Mein Schatz são “cantadas” por outras pessoas, sendo a primeira por Hiroaki Miyakoshi & Shigeru Yamada e a segunda pela meg rock, que é a banda de praticamente está em todas as Openings citadas aqui; já a outra Oshino, Ougi é bastante sombria em comparação às demais heroínas, talvez porque ela foi introduzida em Second Season mas só ganhou uma, uma não duas openings no Owarimonogatari, uma em cada parte sendo a primeira Decent Black e a segunda Dark Cherry Mystery e por fim vamos falar da última garota introduzida a franquia, Oikura Sodachi completa todos os estereótipos presentes dentro de um anime do gênero Harém de uma maneira “errada”, por ter sido introduzida em Owarimonogatari ela só possui duas aberturas, mas ambas seguidas pois “acabando” Mathemagics começa Yuudachi Houteishiki (夕立方程式) e como isso encerra todas as aberturas e como podem ver abaixo são muitas.

Openings da Senjougahara:

Staple stable

Futakotome

Kogarashi Sentiment

Dreamy date drive

https://youtube.com/watch?v=46azVyIDoA

Openings da Mayoi

Kaerimichi

Happy Bite

https://youtube.com/watch?v=RJBb4nVhtj

Terminal terminal

Opening da Kanbaru

Ambivalent World

Openings da Sengoku

Renai Circulation

Mousou♡Express

Openings da Hanekawa

Sugar Sweet Nightmare

Chocolate Insomnia

Openings da Fire Sisters

Marshmallow Justice

Hakkin Disco

Openings da Shinobu

White Lies

Mein Schatz, sim é alemão

Openings da Ougi

Decent Black

Dark Cherry Mystery

Openings da Sodachi

Mathemagics

Yuudachi Houteishiki

Já os encerramentos são poucos, ainda bem, mas equi-significantes pois elas são praticamente únicas, tirando a Second Season e filmes/especiais de Tv/Streaming, todas as temporadas tiveram apenas uma ending, começando com a mais marcante de todas Kimi no Shiranai Monogatari (君の知らない物語) pela supercell, mas cantada pela nagi (Gazelle) é perfeito pois além de apaixonante por si só sua ligação com o anime é ótima, fazendo referência a cena final e tudo que tem direito; continuando com a interligação entre canção e anime termos Naisho no Hanashi (ナイショの話) pela ClariS que passou toda a animação da Fire Sisters; indo para temporada com mais história, a Second Season também se destaca pela quantidade de encerramentos com Três: da doce Ai wo Utae (アイヲウタエ) da Luna Haruna, a madura Sono Koe wo Oboeteru (その声を覚えてる)” da Marina Kawano até  a melancólica Snowdrop das duas unidas; Owarimonogatari é a minha primeira temporada de Monogatari que eu acompanhei semanalmente, graças a ela fui forçado a assistir o resto da série previamente, pois assistir Bakemonogatari em 2014 ainda, e obviamente fiquei revoltado pelo fato de ser dividido em duas partes, e a segunda ter apenas sete episódios, mas Sayonara no Yukue (さよならのゆくえ) da Alisa Takigawa e SHIORI de novo pela ClariS acalmaram meu revolto coração, pelo menos até do filme e do anime Zokuowarimonogatari, o que significa que terei de aumentar essa lista um dia.

Kimi no Shiranai Monogatari

Naisho no Hanashi

Ai wo Utae

Sono Koe WO Oboeteru

Snowdrop

Sayonara no Yukue

SHIORI

 

Os dubladores e os dublados

Se olharmos friamente Monogatari series entraria facilmente no gênero de Slice of Life/Mistério/Comédia Romântica e como tal seus personagens possui um peso enorme a toda a série pois eles brincam com todo o estereótipo do Harém desconstruindo para criar uma história única do seu meio, tão única que praticamente seu nome virou sinônimo de qualidade e mesmo sendo difícil de identificar com os personagens pois não é todo dia que você se encontra com uma vampira quase milenar na volta do mercado ou precisar carregar 10 vezes seu peso de material escolar para não voar ou até mesmo ter a dificuldade de falar Araragi por morder em sua língua, mas a humanidade ainda está presente nas reações dos personagens.

Será?
Será?

Começando com nosso herói que é só um protagonista de um harém genérico com toda sua perversidade de adolescente estudante de ensino médio até encontrar um deslumbre rubro-louro que realmente mudou sua vida, Araragi Koyomi é o rei desse tabuleiro da desconstrução do gênero de Monogatari pois como eu disse na sinopse, o único adjetivo que está no escopo do estereótipo de protagonista de harém é ser caridoso pois ele é pervertido assumido, tanto que você é uma loli e ver Koyomi na sua frente, corra, mas tirando isso é um personagem cristalino que mesmo não lhe conquista no primeiro momento, talvez sua namorada lhe conquiste, sim ele possui uma namorada, Senjougahara Hitagi se relaciona com Araragi logo no primeiro arco da primeira série, de fato é de surpreender que Araragi tenha conseguido coragem para fazer isso; falando dela especificamente, no primeiro momento ela se aparenta ser fria, mas ao decorrer da série, quando ela aparece, sua faceta muda da água para o vinho; falando sobre os dubladores deles Hiroshi Kamiya da sua voz para Araragi Koyomi, fora Yato de Noragami, Levi de Shingeki no Kyojin, Itoshiki Nozumu de Sayonara Zetsubou Sensei, Natsume Takashi de Natsume Yuujinchou, Orihara Izaya de Durarara!!, Matou Shinji de Fate Series fora demais personagens e quando você está acostumado com a voz dele é fácil identificar sua voz, mas Saito Chiwa não é tão fácil assim, a dubladora da Senjougahara já dublou Tamamo-sama/Chloe da Fate Series, Akemi Homura de Madoka Magica, Yamaguchi Mami de  Maria-sama ga Miteru, Kanbe Kotori de Rewrite, Francesca Lucchini de Strike Witches e outras grandes obras; bem sua interpretação como os personagens, como os demais dubladores que irei cita a seguir, é perfeita, brincam bem com as ações com naturalidade única, meu destaque aqui fica com a Saito que mesmo assistindo Zokuowarimonogatari recentemente ainda não deu para reconhecer sua marcante voz.

Um Casal verossími.l
Um Casal verossími.l

Indo para a primeira loli da série, tem mais, Hachikuji Mayoi no primeiro momento parece uma garota chata e com uma personalidade forte, mas novamente durante a série descobrimos que nem tudo é preto no branco e isso já no primeiro arco, o seu ponto de desconstrução é justamente a sua história e idade, falando de idade Katou Emiri é um dubladora experiente que dublou Tsukasa Hiiragi de Lucky Star, Saikawa Riko de Kobayashi-san no maid dragon, Kyubey de Madoka, Igarashi Kaede de Seitokai Yakuindomo, Gakumazawa Tatsuko de Fate/Kaleid e  Mey-Rin de Kuroshitsuji e se vocês leem os meus artigos desde do início das minhas publicações sabem muito bem meu amor por Lucky Star e descobrir essa variedade de personagens dublado por ela é surpreendente.

Uma personagem com problema de dicção.
Uma personagem com problema de dicção.

Aumentando a barra de idade temos Suruga Kanbaru segue até bem o estereótipo de desportiva a não ser um fato, ela gosta de provocar, no sentido sexual, bem diferente das demais heroínas que praticam esportes nos demais animes genéricos de comédia romântica que vinham ao granel, o peso na sua desconstrução está mais relacionado a sua família do que a ela, mas como disse antes isso ocorre durante a série; sua dubladora tem uma carreira de “tábuas” com a Saber de vermelho de Fate Series, Virgo de Fairy Tail, Celty Sturluson de Durarara!!, Kurapika de Hunter x Hunter, Bishamon de Noragami, Hatsuse Izuma de No Game No Life, Shinku de Rozen Maiden e Asada Shino de SAO II, sei que duas não entram dentro desse “conceito” mas isso é um recorte da longa carreira de Sawashiro Miyuki.

 

A Chuva Demoníaca.
A Chuva Demoníaca.

Outra personagem cuja sua personalidade muda do seu estereótipo-base é a amiga de infância, das irmãs do Araragi, Sengoku Nadeko é que possui a diluição mais abrupta de sua primeira impressão para seu problema, talvez vocês já tenha a visto graças a popularização do Renai Circulation que é um ótimo clickbait para essa personagem; Hanazawa Hana possui uma voz doce presente em  Kawamoto Hinata de 3-Gatsu no lion, Yuuki Mikan de To love Ru, Shiina Mayushii de Steins;Gates, glóbulo vermelho AE3803 de Hataraku Saibou, Miyano Mayo de B Gata H Kei, Hasegawa Kobato de Boku wa Tomodachi ga Sukunai, Raphiel de Gabriel Dropout e demais personagens fofas até você descobrir um podre.

A inveja mata.
A inveja mata.

Indo para as irmãs de fogo, no original Fire Sisters, Karen e Tsukihi Araragi seguem bem o estereótipo de irmãs, ou seja são muito pró-ativas, tanto que que essa alcunha foi ganha graças às suas ações na escola, mesmo que a Karen seja uma esportiva e Tsukihi é bastante “avoada”, ambas aparecem em Bakemonogatari, mas só em Nise, que a propósito é o único capítulo da série animado focado nelas, que termos uma profundidade sobre elas, mas só em Zokuowari, que a propósito é um ótimo filme, descobrimos seus verdadeiros medos, tirando isso elas são praticamente iguais a seu irmão, não tanto mais por condição física do que mental; esse par é dublado por outro par, lógico, Kitamura Eri e Iguchi Yuka possuem carreiras consolidadas com atuações em Ao no Exorcist (Kamiki Izumo), Fairy Tail (Cana Alberona), Angel Beats (Yui), Madoka (Miki Sayaka) e Toradora! (Kawashima Yui) para Eri e Girls & Panzer (Reizei Mako), Owari no Seraph (Sanguu Mitsuba), Senki Zesshou Symphogear (Kohinata Miku), To love ru (Kurosaki Mea), Index (a própria) e também Fairy Tail (Chelia Blendy) para Yuka, suas atuações deram um certo peso para as personagens.

As irmãs em chamas.
As irmãs em chamas.

Caindo de cabeça no sobrenatural termos um grupo de amigos que brincou com o que não devia e como tal estão pagando pelo seus pecados, são cinco amigos, só citarei três e começarei com o mais bruto, Kagenui Youzuru junto com sua Shikigami (Ononoki Yotsugi) são introduzidas em Nisemonogatari com um objetivo: capturar um pássaro raro, mas não é a única aparição delas pois elas são foco central em Tsukimonogatari para capturar um outro pássaro, agora de papel; a personalidades de ambas são bastantes similares, ou seja se você estiver morrendo de sede fique longe delas; já as dubladoras de ambas possui bastante destaque, como Fate/Kaleid (Angelica), Negima! (Nagase Kaede), Working!!(Takanashi Kazue), Fafner (Nishio Rina), Saki (Someya Mako) e Gintama (Jugemu Jugemu Unko Nageki Ototoi no Shin-chan no Pantsu Shinpachi no Jinsei Balmung Fezalion Issac Schneider Sanbun no Ichi no Junjou na Kanjou no Nokotta Sanbun no Ni wa Sakamuke ga Ki ni Naru Kanjou Uragiri wa Boku no Namae o Shitte Iru you de Shiranai no wo Boku wa Shitte Iru Rusu Surume Medaka Kazunoko Koedame Medaka…… Kono Medaka wa Sakki to Chigau Yatsu Dakara Ikeno Medaka no Hou Dakara Raayu Yuuteimiyaoukimukou Pepepepepepepepepepepepe Oato ga Yoroshii you de Kore nite Oshimai Bichigusomaru) para Shiraishi Ryoko (Kagenui) e Akagami no Shirayuki-Hime (a heroína), Mahouka (Shiba Miyuki), Kakegurui (Jabami Yumeko), One Punch-Man (Fubuki), Oreimo (Aragaki Ayase) e Youjo Senki (Viktoriya Ivanovna Serebryakova) para Hayami Saori (Ononogi).

Brincando de boneca.
Brincando de boneca.

Falando ainda de esquisitices temos Kaiki Deishu que assim como os seus colegas decidiu enveredar como paranormal, um cara que no primeiro momento parece ser um vampiro, mas descobrimos que ele possui um vício em moedas, mesmo que sua primeira imagem seja de um malfeito, principalmente pelo envolvimento com outros personagens, seu desfecho é bastante cativante, e a propósito sua personalidade é bastante similar com a Kagenui; mesmo com uma voz seca é possível identificar Miki Shinichiro por traz de Kaiki, muito difícil que vocês não identifique Miki pois ele já atuou em Initial D (Fujiwara Takumi), Fate Series (O Assassin do Stay Night), Pokémon (James), Kill la Kill (Mikisugi Aikuro), Bleach (Urahara Kisuke), Dragon Ball Super (Zamasu), Fullmetal Alchemist (Roy Mustang) e Youjo Senki (Erich von Rerugen), ou seja querendo ou não vocês já ouviram a voz de Miki pelo menos uma vez.

O Homem do troco.
O Homem do troco.

Voltando as garotas, vos apresento a minha favorita, não apenas pela forma física é sim pelo conjunto da obra, Hanekawa Tsubasa é de fato um singular ponto preto e branco, primeiramente eu pensava que ela entraria no estereótipo de amiga de infância, mas descobrimos depois que seu estereótipo é garota de óculos/Avoada e como Monogatari desconstrói gêneros, vide Madoka Magica, vermos que essa rosa é rodeada de espinhos, tanto que possui um filme apenas dedicado a ela (Nekomonogatari:Black); como uma rosa possui um bom perfume, Hanekawa possui uma boa e experiente dubladora, simplesmente  Horie Yui que simplesmente dublou Narusegawa Naru de Love Hina, Charle de Fairy Tail, Wiz de Konosuba, Takeshita Miharu de B Gata H Kei, Felix Argyle de Re:Zero, Siesta de Zero no Tsukaima e Hanryu de Higurashi no Naku Koro ni além de outras personagens.

The Best Girl.
The Best Girl.

Voltando aos “esquisitos” termos o mais legal pois Oshino Meme possui um estilo único, marcante e egocêntrico, ele é o único do grupo de amigos citado anteriormente que ajuda nosso herói com seus problemas, obviamente ao seu preço, com uma camisa floral, calçando seu Geta e fumando seu cigarro, Meme acaba com os problemas, variando com respostas físicas e não físicas; Sakurai Takahiro da sua voz para Meme, além de Griffith de Berserk, Arataka Reigen de Mob Psycho 100, Sting Eucliffe de Fairy Tail, Kururugi Suzaku de Code Geass, Takahashi Misaki de Juujou Romantica e Isshiki Satoshi de Shokugeki no Souma.

O estiloso.
O estiloso.

Indo finalmente ao grande destaque do primeiro volume e a semi-Machinima da obra, com um beijo conquistador, com gosto do cítrico até o vegetal, seu coração é ferido pelo metal que corre em suas veias, deixando os marabalismos de lado Oshino Shinobu possui , além de um gosto abusivo por Donuts, o estereótipo de estrangeira, mas diferentes das demais garotas citadas e que irei citar não ocorre uma desconstrução do estereótipo e sim uma super construção, mesmo com esse sobrenome sua reação com o Meme é praticamente ser uma sombra para nosso protagonista, como falei antes seu destaque está presente na primeira “temporada” da série pois, como as Fire Sisters, ela possui um volume totalmente dedicada, mas diferente das irmãs de Araragi, esse arco se transformado em filmes(Kizumonogatari) que seria lançado antes do Nise (2012) mas por problemas internos da Shaft o filme se transformou em trilogia sendo lançado em 2016;Sakamoto Maaya da sua voz para Shinobu além de Mari do Rebuild of Evangelion, Ryogo Shinki de Kara no Kyoukai, Ciel de Kuroshitsuji, Joana D’arc de Fate series, Lunamaria Hawke de Gundam SEED, Merlin de Nanatsu no Taizai, Pandora de Cavaleiros e Crona de Soul Eater, por isso que falei que se ela cantasse, seria uma dubladora perfeita.

Cuidado com suas rosquinhas.
Cuidado com suas rosquinhas.

Continuando com a falar de estereótipo, vamos falar do clássico amiga de infância e Oikura Sodachi incorpora bem tal clichê no jeito monogatari, sinônimo de desconstrução sendo a última garota a ser adicionada a história no Owari, sua história é surpreendente, assim como sua dubladora pois apesar da cara de jovem Inoue Marina possui muita experiência, com papéis em Gurren Lagann (Yoko), Shingeki no Kyojin (Armim Arlert), Boku no Hero (Yaoyorozu Momo), Date a Live (Yatogami Tooka) Kyoukai no Rinne (Mamiya Sakura), HOTD (Miyamoto Rei) e Nanatsu no Taizai (Jerico) mas qualificá-la para o papel da nossa matemática.

Sad Story.
Sad Story.

Por fim vamos falar da personagem mais nebulosa da série, cujo o estereótipo é seu próprio spoiler, Oshino Ougi também não possui nenhuma relação com Meme e ainda por cima é mais sombria que Shinobu em relação a nosso herói, sua personalidade diz tudo sobre ela, principalmente quando descobrimos o que ela é no final de Owari, seu problema sobrenatural pode se resumir a espelho, sua dubladora, assim como a personagem, é uma incógnita para mim, pois nunca assisti com trabalhos em Grisaia(Matsushima Michiru), Hidamari Sketch (Miyako), Baka to Test (Shimada Minami), Senran Kagura (Yagyuu) e Carnival Phantasm (Rem), cujo Mizuhashi Kaori trabalhou com louvor, por isso que tenho uma surpresa por nunca ouvi sua voz marcante.

Das trevas a luz.
Das trevas a luz.

 

Considerações pessoais

Antes de tudo tenho de lhe falar que não existe uma “ordem correta” para assistir Monogatari series, pode começar com a ordem de lançamento das séries, da novel ou até mesmo a ordem de evento, vulgo cronológica, mesmo com todas as informações sejam dadas em ordens diferentes a experiência será a mesma, a série é de fato confusa pois o conjunto audiovisual está totalmente focado ao público japonês e como maioria de nós não possui um conhecimento considerado na língua fica horrível ler as legendas enquanto ocorre um banho de cores na tela.

Um Clássico.
Um Clássico.

Talvez Bakemonogatari tenha sido a primeira obra da Shaft que desconstrói um gênero, pois nunca assisti um anime do estúdio antes do mesmo que foi lançado em 2009; óbvio que Monogatari possui suas falas, mas eles são praticamente nulos, uma nota para a série como um todo é um 8,5/10, a recomendação é para todos que querem experimentar um pouco da arte de SHINBOU e não sabe por onde começar.

via GIPHY

Bem é isso, para o pessoal que assistiu o anime, deixe um comentário sobre a sua experiência com a série para o pessoal que não viu ganhe mais coragem para assistir; e isso é tudo Jonh Vini aqui, a espera de vossos Feedbacks e até mais.

Subscreve
Notify of
guest

3 Comentários
Mais Antigo
Mais Recente Mais Votado
Inline Feedbacks
View all comments
JayJay
JayJay
26 , Agosto , 2019 7:25

Bela matéria, aliás me lembrou de assistir Katte ni Kazou. Mas se passará anos e isso nunca irá descer comigo, era 2014 quando eu tinha terminado de ver Bakemonogatari e descubro que o cara beija todas as minas da série menos a namorada dele essa foi o tiro no Ferdinad

Lily
Lily
26 , Agosto , 2019 7:25

Acho que o principal motivo pra eu ainda não ter visto até hoje é porque todo mundo diz “Não tem uma ordem certa pra assistir”, aí eu fico perdida e nunca começo kkk triste ;-;

Scar
Scar
26 , Agosto , 2019 7:25

Monogatari é uma das minhas series favoritas adoro os personagens e a trilha sonora.
comment image

Top Best Monogatari Girls , fight me:
1- Hitagi Senjougahara
2- Suruga Kanbaru
3- Mayoi Hachikuji (Adulta lol)
4- Kiss-Shot Acerola-Oriton Heart-Under-Blade (Adulta)
5- Yotsugi Ononoki
6- Oshino Ougi
7- Black Hanekawa