Nova Economia Otaku

Nova Economia Otaku

O analista de mercado Yohei Harada, no seu novo livro “Nova Economia Otaku“, fala sobre o significado de ser um Otaku e a evolução do termo à medida que a cultura geek se está a expandir e a tornar cada vez mais popular, bem como o impacto financeiro que os otakus estão a gerar.

No seu livro Harada introduz quatro novos tipos de Otaku. O Otaku casual “casual otaku” que o autor caracteriza como sendo uma pessoa que investiu na cultura geek, mas que tenta utilizar os seus conhecimentos como uma plataforma para a interação social, em vez de subsistir no estereótipo de otaku anti-social. Harada sugere que o “Otaku Casual” não investe desmedidamente em merchandise anime ou frequenta eventos geek, mas mantêm um interesse inabalável em anime e manga.

Em a Nova Economia Otaku são apresentados outros tipos de otaku, o “hidden otaku” e o “itaotaku”. Os “hidden otaku” (otakus escondidos) são sociáveis tal como os “casual otaku” mas escondem os seus interesses socialmente inaceitáveis.

Já os “itaotaku” são anti-sociais mas ostentam o seu status otaku (ele dá como exemplo o fenômeno itasha, carros decorados com decalques de anime).

Entretanto ele concluiu no livro que a categoria original de Otaku (anti-social e reclusivo) está a diminuir significativamente com a migração para os outros tipos de otaku.

E vocês? Acham que pertencem a algum dos tipos de Otaku em cima mencionados?

Fundou o OtakuPT em 2007 e desde então já escreveu mais de 40 mil artigos sobre anime, mangá e videojogos.