Test-drive de Yuragi-sou no Yuuna

Test-drive de Yuragi-sou no Yuuna

Bem apesar que OVA seria uma adaptação dos volumes 11 e 12 de Yuragi-sou e o capítulo 12, esse primeiro ova adaptar o capítulo 2 e o próprio capítulo 12, então nada mais lógico que comentar esse OVA que serviu como apresentação da obra para o público.

No início do episódio temos uma locução do nosso protagonista principal, Furuzora Kogarashi, algo que me pegou de surpresa pois esperava uma voz mais aguda como de Yuuki Rito de To Love Ru, mas me agradou por causa disso; o que me pegou de surpresa foi o fato que a Yuuna tenha mamilos, bem no mangá também tem censura, e eu aceitava afinal: Yuuna é um fantasma e fantasma não tem mamilos ou um corpo bem desenvolvido ou uma voz meiga; um fato que me impressionou pois é o primeiro trabalho dessa dubladora (Shimabukuro Miyuri ) como uma protagonista; mas estamos falando de um manga Ecchi da Shonen Jump, já era por se espera isso.

Já a dubladora da Nakai ( Harada Sayaka, Chiya de Urara Meirochou e Sayaka Sumino de Aho-Girl) , mas irei chamar de Karirin pois não me lembro do nome dela, nem mesmo lendo o mangá; tá  um pouco doce, esperava algo mais agudo mas não tanto, esperava uma voz materna mas infantil; bem no início do episódio temos um dia normal na pousada Yuragi, sim ter o protagonista sendo jogado para fora do quarto as 6 da manhã é normal, mas como no OVA adaptar justamente o capítulo 2  então a reação dos protagonistas estão corretos; depois os dois inquilinos do quarto 204 vai a cozinha onde encontram com a nossa Karirin-san preparando o café para os inquilinos então pedi ao Kogarashi para Chamá-los para o café, Yuuna se sentindo culpada com o que ocorreu de manhã, então pergunta a Karirin-san como poderia agradá-lo, como um pedido de desculpas.

Continuando o episódio, eles, Furuzora e Yuuna, vão acordar os outros hóspedes da pousada, primeiro termos a Nonko que é apresentada com seu estereótipo padrão: ser bêbada, bem a dubladora (Kakuma Ai, Rossweisse de High School DxD, Sento Izuku de Amagi Brilliant Park e Endou Yuuki de Slow Start ) trabalhou bem, passou a imagem que ela tem, mas a animação, no primeiro momento parece boa, mas quando você ver a roupa de baixo, não mostra uma qualidade, sim estou criticando a roupa de baixo, mas é um Ecchi então esses detalhes de lingerie são importantes, principalmente com uma personagem que tem um sex appel bem desenvolvido como a Nonko; e a apresentação dela acaba com uma ceninha besta em que a Yuuna enrola Furuzora e Nonko juntos, quando na verdade ela iria fechar a roupa da Nonko, já a segunda a ser apresentada é a nossa tsundere clássica: Sagiri (Takahashi Rie, Megumin de konosuba, Takagi-san de karakai no jouzu no Takagi-san e Mashu de Fate Grand Order), bem gostei da apresentação dela, mostrou ela treinando na cachoeira, condizente com a personagem, mas vestida com apenas de um roupal de algodão e uma roupa de baixo tradicional japonês, a apresentação dela foi bem feita em quesito animação mas o design chegou a ficar torto, e no fim ela fica irritada com Furuzora que fala o nome dele completo, Furuzora questiona sobre a roupagem dela e ela fica brava, e o melhor fica por fim, sim eu gosto da Yaya (Ogura Yui , Kamine Ayaka de tsurezure children, Tsukimo Sanae de karakai no jouzu no Takagi-san e Tsutsukakushi Tsukiko de Hentai Ouji to Warawanai Neko.) como personagem pois me identifico com ela, uma nekomimi, que no avançar da obra mostra o motivo de ser assim, tomando um banho de sol no telhado, mas o melhor fica por final não só por ela ser a última a si apresentar e sim a piada que ela está incluída, kogarashi iria acordá-la mas o gato que está com ela pula em direção a Yuuna, a mesma fez-se na direção a borda do telhado para cair por causa do desequilíbrio, e Furuzora iria salvá-la mas Yuuna se troca que é um fantasma e flutua e kogarashi passa direito para o fosso da pousada. No café termos mais uma piada recorrente na série, todos estão tomando café da manhã, falando da manhã e da comida, fazendo seus estereótipos e kogarashi fala que é bom tornar café com elas, Yuuna se solidariza e pega vasilhame de arroz das mãos de Furuzora, mas desastrada que é, tenta não derrubar esse vasilhame mas no meio da confusão ela caiu em cima de kogarashi, bem numa posição que fãs de Ecchi sabem o que estou falando, com isso ela fica envergonhada e usa seus poderes paranormais para jogar todo mundo para fora da pousada, uma reclamação na parte técnica é que foi uma cena com personagens estáticos e mal desenhados, particularmente espera mais qualidade no design deles nessa cena já que estão parados.

Depois kogarashi conversa com a Yuuna durante sua ida ao trabalho quando ver Sakuras, ou cerejeiras, perto de florescerem a Furuzora se indaga: como seria ver elas floridas , ao ouvir isso Yuuna perde ajuda a Nakai para fazer uma festa de boas vindas ao ele; ao chegar do trabalho ele (kogarashi) encontra a pousada vazia e vai procurar por elas até que acha o gato de antes que foge dele, kogarashi vai atrás dele e encontrar elas, que dão boas vindas ao ele na pousada, assim acaba a metade inicial do episódio com kogarashi dizendo a elas que nunca vai deixar a pousada.

Na transição de cena temos justamente a capa do capítulo 12 com as cores do anime.

Já na parte dois, formos “apresentados”, pois ela vai ser apresentada melhor na série de TV, a Kozuyu (Haruno Anzu, Hoshikawa Mafuyu de Blend S) bem, eu esperava uma voz mais infantil, mais alegre e animada, mas como ela estava com sono, da para entender.

A segunda parte do episódio temos Kogarashi lavando o lavatório quando a Kozuyu chega no banho com sono é ver que os utensílios de higiene não estavam lá, justamente porque Kogarashi está a lavar o lavatório, então Kozuyu transforma tudo próximo nesses utensílios, até Kogarashi que se transforma em um sabonete líquido.

Karirin-san junto com Yuuna estavam a procurar a Kozuyu  e a Karirin-san leva Kozuyu para seu quarto enquanto isso Yuuna aproveita a deixa para tomar banho, aí que termos nosso Ecchi, pois como Kogarashi se transformou em sabonete líquido, não só de embalagem mas também o conteúdo, então quando Yuuna aplica o sabonete na esponja e se lava com ela, Kogarashi sente o corpo da Yuuna indiretamente, mas para azar do nosso protagonista as outras Inquilinato chegam para se lavarem, e como sabemos muito bem como os Ecchis funcionam, elas se lavam com o sabonete Kogarashi; entre brincadeiras aqui e ali elas tiram o sabonete do corpo e vão para a terma, E temos um diálogo expositivo do protagonista  sobre como ele ficaria quando o sabonete usado indo pelo ralo, no mesmo momento chega para juntar as outras a nossa Karirin-san, ela pergunta as outras onde ele está, termina sua fala falando como ele é um bom garoto e como ele é proativo e tudo mais e as outras garotas concordam com isso no jeito delas, no mesmo momento no quarto da nossa Karirin-san, Kozuyu acorda e desfaz a transformação, então Kogarashi volta a ser um garoto, num momento errado, quando todas ainda estavam no banho, e reação delas foi bem típica de Ecchi, espancar nosso protagonista; assim acaba o primeiro OVA

Bem até aqui adaptaram razoavelmente o capítulo 2 e completamente o capítulo 12 do mangá, o que mais pesou foi o design torto dessa OVA pois esperava mais da Xebec ao adaptar um manga da Shuesha, com financiamento da Aniplex, esperava mais do estúdio que adaptou tanto o To Love Ru  Clássico e Darkness muito bem, espero que na série de TV, tirando esses pontos, gostei dos dubladores, caiu até bem a maioria deles, alguns não consegui assimilar com os personagens que eles o interpretaram espero que na série de TV eles melhorem, ou eu aceitar eles com os personagens, já você que tá e em dúvida que vai ou não  assistir Yuragi-sou, assista esse OVA é tire suas próprias decisões , já eu irei continuar para ver como será essa adaptação do mangá para o anime.

Análise semanal por Jonh Vini.

Subscreve
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments