Professor japonês corta cabelo a força a estudante

Professor japonês corta cabelo a força a estudante

A sociedade japonesa é conhecida pela sua assertividade, mas as vezes nem tudo corre pelo melhor e, quando as coisas complicam, complicam à séria, que o digam os professores e alunos japoneses.

Desde professores a darem socos a estudantes, passando por expulsões por ter cabelo castanho e até lambidelas de orelha, acontece de tudo um pouco nas escolas nipónicas e a mais recente polémica envolve um professor que no final do ano passado rapou o cabelo a um aluno com uma máquina para este estar de acordo com as regras da escola.

O professor em questão era problemático, tendo a escola recebido muitas queixas por este chamar aos alunos, idiotas e estúpidos.

Depois de ser chamado à atenção pela direção da escola o seu comportamento mudou, mas já foi tarde demais, os 40 alunos da turma e os seus pais não se esqueceram de que o educador cortou violentamente o cabelo de alguém, e furiosamente lançaram uma petição ao conselho em fevereiro deste ano pedindo a sua demissão.

Na mais recente reunião a 15 de março o professor pediu desculpa pela sua atitude e a escola afastou-o de contacto com os alunos.