Autor de Act-Age condenado a um ano e seis meses de prisão

Matsuki não cumprirá os 18 meses de prisão se continuar com bom comportamento por 3 anos

Autor de Act-Age condenado a um ano e seis meses de prisão

O Tribunal Distrital de Tóquio finalmente pronunciou-se e condenou o mangaká Tatsuya Matsuki, o escritor do mangá Act-Age, por cometer um ato indecente coagido uma estudante do ensino médio.

Matsuki foi condenado a um ano e seis meses de prisão, mas a pena foi suspensa por três anos (se Matsuki permanecer com bom comportamento por três anos, ele não cumprirá pena na prisão).

Matsuki foi assim condenado pelo segundo de dois atos indecentes forçados que ele cometeu a 18 de junho. O gabinete do promotor não indiciou Matsuki pelo primeiro incidente, que terá ocorrido a 18 de junho por volta das 20h00 (uma hora antes do segundo incidente).

Matsuki admitiu a acusação em novembro. A acusação pediu uma pena de prisão de 18 meses sem suspensão, enquanto a defesa pediu uma pena suspensa, argumentando que o réu havia recebido punições na sociedade, como o cancelamento do seu mangá.

Matsuki justificou-se no tribunal afirmando que

… tinha múltiplas preocupações e ansiedades, mas eu não podia falar sobre elas e fiquei desesperado. Eu também tinha um complexo com mulheres então eu descarregava em estranhos.

Ele também acrescentou que “não se pode desculpar o suficiente às vítimas pelo que [ele] fez”. Matsuki inicialmente confessou em agosto, quando foram mostradas evidências em vídeo do crime, afirmando que “não havia dúvida” de que ele estava no vídeo.

O incidente ocorreu no dia 18 de junho, por volta das 20h. Matsuki de bicicleta aproximou-se por trás tocou e assediou uma menina do ensino médio. Aproximadamente 1 hora depois, ele assediou outra menina da mesma forma.

Em agosto deste ano devido ao crime do seu escritor a Weekly Shonen Jump decidiu dar por terminado o mangá de Act-Age sendo que a revista prometeu na altura apoiar Shiro Usazaki, a jovem e talentosa ilustradora do mangá que acabou por ficar sem trabalho.

Artista de Act-Age vai desenhar one-shot na Shonen Jump

E tal veio mesmo a acontecer com a revista a publicar o fim-de-semana passado um mangá one-shot com história por Osamu Ishikawa e ilustrações por Usazaki. O one-shot de 47 páginas chama-se “Engan no Cyclops” (Fire-Eyed Cyclops).

 

Capa do volume 1 de Act-Age
Capa do volume 1 de Act-Age

Act-Age era um manga que começou a ser publicado em janeiro de 2018 fazendo parte da iniciativa JUMP START que tem como objetivo criar as próximas grandes obras da Jump. A obra era publicada com historia de Tatsuya Matsuki e arte da ilustradora Shiro Usazaki.

A história acompanha Kei Yonagi que vem de uma família pobre cujo pai a abandonou juntamente com os seus dois irmãos mais novos, deixando-a encarregue de cuidar da família depois da morte da sua mãe. Quando apareceu a oportunidade de perseguir o seu sonho de se tornar atriz, Yonagi aproveita a chance. Chamando a atenção do diretor Sumiji Kuroyama, a oportunidade de Yonagi brilhar tinha chegado. No entanto, o talento de Yonagi para atuar vem da sua habilidade extrema e inata para o Método de Atuação, que várias pessoas notam como potencialmente auto-destrutivo.

Vídeo da prisão do autor de Act-Age por abuso de menores

Hiroyuki Nakano, o editor-chefe da Weekly Shonen Jump, numa entrevista destacou Chainsaw Man e Act-Age como títulos sobre os quais ele tinha grandes expectativas.

FONTEReuters
Fundou o OtakuPT em 2007 e desde então já escreveu mais de 40 mil artigos sobre anime, mangá e videojogos.