Executivos da Quibi falam sobre o fim do serviço de streaming

Executivos da Quibi falam sobre o fim do serviço de streaming

Todos ficaram surpreendidos com o anúncio do fim da plataforma de streaming Quibi e agora os seus executivos pronunciaram-se sobre o seu encerramento.

Jeffrey Katzenberg e Meg Whitman comentaram:

O nosso objetivo quando lançamos a Quibi era criar uma nova categoria de entretenimento de formato curto para dispositivos móveis. Embora as circunstâncias não fossem adequadas para o sucesso da Quibi como empresa autónoma, a nossa equipa alcançou muito do que nos propusemos a realizar e estamos extremamente orgulhosos do trabalho premiado e inovador que produzimos, tanto em termos de originalidade de conteúdo e a plataforma de tecnologia subjacente. Nos próximos meses, trabalharemos duro para encontrar compradores para esses valiosos ativos que possam alavancá-los em todo o seu potencial.

A declaração também especula sobre como chegaram a este ponto:

A Quibi não está a ter sucesso. Provavelmente por um de dois motivos: porque a ideia em si não era forte o suficiente para justificar um serviço de streaming autónomo ou por causa do nosso tempo. Infelizmente, nunca saberemos, mas suspeitamos que seja uma combinação dos dois. As circunstâncias do lançamento durante uma pandemia são algo que nunca poderíamos ter imaginado, mas outras empresas enfrentaram esses desafios sem precedentes e encontraram o seu caminho para superá-los. Não fomos capazes de fazer isso.

Quibi encerra suas atividades e série de Tomie pode não sair do papel

A Quibi era uma plataforma que se descrevia como uma “vinda de Hollywood e de Silicon Valley”, afirmando que transmitiria “pequenos pedaços de entretenimento cativante, criado para smartphones pelos melhores talentos, projetados para se encaixarem perfeitamente em qualquer momento do dia”. A plataforma de streaming foi lançada na América do Norte em 6 de abril de 2020.