Mangá yuri Gunjo vai ser adaptado para série live-action pela Netflix

Capas dos volumes 1 e 2 do mangá Gunjo de Ching Nakamura
Capas dos volumes 1 e 2 do mangá Gunjo de Ching Nakamura

A Netflix anunciou Kanojo (She), uma adaptação para série live-action do mangá yuri Gunjo de Ching Nakamura.

Foi igualmente revelado que as duas protagonistas vão ser interpretadas por Kiko Mizuhara (Mikasa nos filmes live-action de Attack on Titan) e Honami Sato (baterista da banda de rock japonesa Gesu no Kiwami Otome).

Gunjo foi lançado na revista Morning da Kodansha de 2007 a 2009 passando depois de 2010 a 2012 para a Monthly IKKI da Shogakukan. No total foram lançados 3 volumes pela Shogakukan.

A adaptação será um road movie que retrata a jornada de fuga de “uma mulher que matou um homem” e “uma mulher que a fez matar o homem” por um amor que nunca poderá ser realizado. A história desenrola-se à volta de duas mulheres – Rei Nagasawa (Mizuhara), que é lésbica, e Nanae Shinoda (Sato), que vem a sofrer de violência doméstica severa por parte do seu marido. Rei está apaixonada por Nanae desde os tempos de colégio e mata o seu marido por ela. Nanae sente-se alienada e com medo de Rei, que cometeu assassinato por ela, enquanto Rei aceita tudo para manter Nanae viva. Ambas desejam amor, mas também têm sentimentos desconectados uma pela outra.

A direção é de Ryuichi Hiroki, que trabalhou anteriormente em várias adaptações live-action de mangás shoujo como Strobe Edge (2015), Wolf Girl and Black Prince (2016) e Marmalade Boy (2018). A música será da responsabilidade de Haruomi Hosono (Happy End, Yellow Magic Orchestra).