Anitube – Google já removeu mais de 12 mil links

105

Anitube - Google já removeu mais de 12 mil links

Sabemos agora via Google que o gigante americano já removeu mais de 12 mil links do seu motor de pesquisa que apontavam para o , o site que o governo japonês destacou em Julho de 2014 como um dos principais websites que facilitam a distribuição e exibição ilegal de manga e anime em português.

Pelos dados que recolhemos junto do Google ficamos a saber que foram apresentadas cerca de 2346 queixas de violação de direitos de autor pedindo a remoção do motor de busca de um conjunto de 12617 links para conteúdos no , uma média de 59 links por semana.

Quanto ao TOP 5 dos detentores de direitos de autor para cujas obras foram removidos links que apontavam para o  temos em primeiro lugar com 5843 links a FUNimation Entertainment, a empresa americana líder na distribuição de anime e outras propriedades de entretenimento na América do Norte, na segunda posição encontramos com 2529 links a Japan Creative Contents Alliance, a associação japonesa de distribuidores e produtoras que visa proteger os direitos dos seus associados e cujas obras podem consultar aqui.

Na terceira posição está a VIZ Media com 1538 links, a companhia Nipo-americano cujos donos são as editoras japonesas Shueisha, Shogakukan e Shogakukan-Shueisha Productions (ShoPro). Com 1051 links removidos encontramos na quarta posição a MX International, uma empresa que representa legalmente vários distribuidores e em quinto lugar com 606 links ficou a Rightstuf, a distribuidora de conteúdos especializada em entretenimento asiático.

Curiosamente o mais recente pedido de remoção do motor de busca de links para o  foi feito dia 1 de Janeiro de 2016 pela Rightstuf que pediu a remoção de 600 links.

Por outro lado as alternativas legais estão a consolidar-se cada vez mais no mercado e sites como DAISUKI e Crunchyroll estão a ganhar popularidade. Aliás podem visitar aqui a Crunchyroll e ter acesso a uma demonstração gratuita.