Serviço Memorial da Kyoto Animation compartilha comovente declaração

As amáveis mensagens e apoio de todo o mundo desde aquele dia chegaram a todos os nossos funcionários e foram uma grande ajuda para avançarmos mais uma vez.

Serviço Memorial da Kyoto Animation compartilha comovente declaração

Dia 3 e 4 de novembro decorreu o Serviço Memorial Público pelas vítimas do ataque ao estúdio de animação Kyoto Animation e quem marcou presença no evento recebeu este postal com esta mensagem do estúdio:

As amáveis mensagens e apoio de todo o mundo desde aquele dia chegaram a todos os nossos funcionários e foram uma grande ajuda para avançarmos mais uma vez.

Perdemos muitos dos nossos amigos e colegas com um futuro brilhante e ficamos com muitos profundamente feridos. A nossa tristeza não desaparece, mas o amor e a paixão pelas nossas obras, e a respiração que lá existe, estão firmemente gravados em nós e continuarão a viver.

Os sentimentos recebidos de todos vocês. Os sentimentos confiados pelos nossos amigos e colegas. Os sentimentos para o nosso futuro.

Vamos conectar esses sentimentos e combinar essas emoções, e seguiremos em frente. Continuaremos a criar animação para todo o mundo que ajudará as pessoas a terem sonhos, esperanças e impressioná-las. Por favor, cuidem de nós, enquanto fazemos os nossos avanços.

O ataque de julho provocou 36 mortes e muitos outros feridos. Hoje, a Kyoto Animation está de volta ao trabalho num novo local, à medida que as investigações continuam. O suspeito ficou gravemente ferido por queimaduras e relatou às autoridades que atacou a Kyoto Animation por o estúdio alegadamente ter feito plágio de um trabalho dele. Atualmente, o suspeito está a receber tratamento médico num hospital e será formalmente preso pela polícia assim que receber alta médica.

Shinichi Isa, chefe do Comité de Finanças da Câmara dos Deputados, revelou anteriormente que a Kyoto Animation não vai utilizar nenhum dinheiro doado para a recuperação das suas operações comerciais e, em vez disso, usará a soma completa para o bem das vítimas do ataque.