EuRecomendo! – Our Shining Days

0

Sejam muito bem-vindos a coluna EuRecomendo!, criado para que eu e outros criadores de conteúdo aqui do site possamos recomendar nossos gostos sobre inúmeras culturas e diferentes mídias para que vocês, nossos queridos leitores, possam adentrar ao nosso meio e também se divertir com aquilo que recomendamos.

VALE LEMBRAR QUE: Essas recomendações são particulares daqueles que o escrevem, não representando a opinião geral do site OtakuPT, mas sim somente o gosto e opiniões pessoais daqueles que o fazem.

EuRecomendo! - Our Shining Days

Our Shining Days se passa em uma fictícia escola de música aonde os alunos de instrumentos de música tradicional chinesa possuem uma grande rivalidade com os alunos de instrumentos de música clássica. O longa é focado em Chen Jing, uma peculiar estudante de yangqin que acaba se apaixonando pelo talentoso pianista Wang Wen. A jovem é logo rejeitada pelo pianista, que também demonstra ter preconceito com os instrumentos tradicionais, mas a garota decide que irá mostrar o valor dos instrumentos tradicionais chineses ao forma uma banda junto de seu colega Li You e quatro garotas fãs de animes.

O longa é dirigido por Wang Ran, com trilha composta por Kubert Leung e tendo no elenco Xu Lu, Peng Yuchang, Liu Yongxi, Li Nuo, Lu Zhaohua, e Han Zhongyu.

Antes de falarmos do filme em si temos que contextualizar algumas coisas, quando se fala de cinema chinês rapidamente vem à mente longas protagonizados por Bruce Li, Jack Chan ou Jet Li, com histórias voltadas as artes marciais, a lendas chinesas ou a vida de algum general ou imperador. Apesar disso o cinema chinês possui uma história extensa que começa no início do século XX e que atualmente consegue ser um rival à altura do cinema americano em questão de valores da venda de bilheteria.

Mesmo que, historicamente, exista uma grande pressão do governo chinês em relação ao conteúdo que circula dentro do pais, o público chinês tem atualmente acesso a uma troca cultural dos países do Ocidente e do Oriente através do conteúdo pop e aos poucos os animes, mangas e jogos estão vindo a se tornar cada vez mais populares dentro do país.

Mesmo possuindo uma trama simples, a história do longa funciona muito bem e consegue desenvolver a paixão pela música e a relação dos personagens centrais. Seguindo o sistema dos três atos (apresentação, conflito e conclusão), o longa possui um roteiro que consegue apresentar bem os personagens principais e seus conflitos iniciais envolvendo a rivalidade que ocorre dentro da escola, o conflito que atinge eles após um determinado acontecimento e a conclusão deste acontecimento que resolve todos os ocorridos envolvendo os personagens. No seu todo, o longa consegue também se utilizar bem da comédia e de seus momentos musicais.

Trazer personagens que demonstrem ser fãs de animes e mangas é algo que acaba sendo sempre difícil de se trazer para o live acton pois se a caracterização ou a atuação for exagerada demais praticamente o personagem passa a se tornar uma vergonha alheia na tela. Graças a um bom trabalho de atuação estes personagens acabaram não ficando tão exagerados, tendo inclusive um deles demostrando ter um peso maior na resolução do conflitos finais do filme. Porem a historia do longa acaba tendo um pequena falha ao abrir brecha para o desenvolvimento de uma outra personagem desse núcleo, mas esta personagem acaba terminando o filme da mesma forma que começou.

A trilha sonora do longa é bastante original nos momentos musicais e consegue trazer bastante da mistura dos instrumentos tradicionais com a música pop oriental, algo próximo que vemos atualmente em bandas como Wagakki Band ou de algumas musicas produzida pelo compositores Yasuharu Takanashi (Naruto Shippuden) e Yuki Hayashi (Haikyū!!, My Hero Academia).

O filme também possui uma montagem bastante dinâmica, o que trás uma fluidez para o ritmo dos acontecimentos, um ponto que eu gostei bastante foi haver uma cena feita totalmente em animação com traço anime para demonstrar passagem de tempo. Os únicos pontos ruins do filme nestes quesitos foram suas cenas finais terem uma montagem e trilha mais genérica, isso não atrapalha a historia como um todo mas acaba sendo algo que fica destoante do restante do filme.