Mangastream chegou ao Fim!

Mangastream parece ter desaparecido

Mangastream chegou ao Fim!

O Mangastream, um dos maiores sites de digitalização de mangás na Internet, parece ter desaparecido. O site desapareceu esta semana e a sua conta oficial do Twitter também foi removida.

Não foi revelada nenhuma justificação oficial para o fim do site, mas tal poderá estar ligado a uma ação judicial que a Shueisha colocou contra o Mangastream nos USA este ano.

Ainda esta ano noticiámos um caso semelhante com o app Manga Rock que agrega mangá pirata e que alegadamente estará a fazer esforços para se tornar numa plataforma legitima.

Como o desaparecimento do twitter oficial e do website aconteceu ao mesmo tempo é de supor que isto foi uma ação deliberada e não um mero problema técnico.

O Mangastream era a fonte de muitos mangás e a Shueisha (Weekly Shōnen Jump) sempre considerou o website como prejudicial à sua atividade, aliás, no rescaldo deste desaparecimento o Jaimini’s Box anunciou que iria deixar de trabalhar nos mangá da Weekly Shōnen Jump.

Foi anunciado que deixariam de trabalhar nos mangás:

  • Black Clover
  • We Can’t Study
  • My Hero Academia
  • One Piece
  • The Promised Neverland
  • Jujutsu Kaisen
  • Samurai 8
  • Dr. Stone
  • Dr. Stone Reboot

No seu site podemos ler:

Se ainda não viram, o Mangastream decidiu parar de trabalhar nas séries da WSJ em geral. A parte importante é que pensamos que é um bom lugar para terminarmos também.

Este é um novo começo e fim para uma era de scanlation

No início deste ano a Shueisha aumentou a pressão sobre os responsáveis pelo Mangastream ao submeter num tribunal americano uma ação legal para a Cloudflare fornecer a identidade dos donos dos domínios do site pirata.

Embora no ocidente as editoras tenham mais dificuldade em identificar os donos dos sites pirata, no Japão já ocorreram este ano múltiplas prisões.