Manga Rock chegou ao Fim!

Oferecemos as nossas sinceras desculpas às vítimas, criadores de mangá e editoras.

Manga Rock chegou ao Fim!

Num rápido desenvolvimento, depois de na sexta-feira passada On Takahashi, o CEO da Irodori Comics, tecer duras críticas ao app Manga Rock que agrega mangá pirata, os responsáveis pelo app em declarações ao J-Cast News revelaram agora que vão encerrar o serviço.

O site e a página do Facebook da Not a Basement Studio, a empresa vietnamita que administra o Manga Rock, foi apagado.

A Not a Basement Studio em declarações ao J-Cast News afirmou que começaram o projeto quando eram estudantes e que agregavam scanlations que já estavam disponíveis. Eles afirmaram igualmente:

Naquela época, não compreendíamos a indústria mangá e não sabíamos a origem dos scanlations (incluindo coisas sem licenças oficiais). Com o passar do tempo, ficamos a entender os danos causados aos autores e editoras de mangá. Além disso, à medida que a popularidade do Manga Rock aumentava cada vez mais, os danos também aumentavam. Portanto, refletimos profundamente sobre o nosso papel em acelerar a popularidade dos scanlations e oferecemos as nossas sinceras desculpas às vítimas, criadores de mangá e editoras. Como resultado, planeamos encerrar o nosso site e aplicativo. Também recomendamos que sites semelhantes de scanlation (existem muitos) também sejam fechados. Lamentamos verdadeiramente por causar problemas à indústria de mangás.

O Manga Rock não apenas compartilhava mangás de forma ilegal, como também possuía um serviço de assinatura paga que custava aproximadamente 5 dólares por mês, cobrando os seus utilizadores por conteúdo pirata.

Uma das críticas está relacionada com a sua hospedagem na Google Play Store e App Store, Takahashi argumentava que muitos utilizadores do aplicativo nem sequer se apercebiam que era um serviço ilegal.

O Manga Rock está ativo desde pelo menos 2012. Os japoneses compararam o serviço ao Mangamura, um site de pirataria que as autoridades japonesas começaram a investigar no ano passado levando a várias prisões.