Não serão reimpressos novos volumes de Act-Age

Dia 17 de agosto marca o fim da franquia Act-Age no Japão

Já anteriormente tínhamos noticiado que não seriam reimpressas novas cópias do mangá de Act-Age e a Jump sentiu a necessidade de hoje reafirmar isso mesmo num comunicado no seu twitter.

Juntamente com o cancelamento da serialização, a Weekly Shonen Jump anunciou hoje, 17 de agosto, que os volumes futuros após o volume 13 não serão lançados e os volumes lançados atualmente não receberão reimpressões, o que está a causar uma corrida às livrarias.

Juntamente com os volumes do mangá, as versões digitais não estarão disponíveis em nenhuma loja digital da Shueisha a partir da meia-noite de 17 de agosto no Japão e serão retiradas de outras lojas digitais no Japão nos próximos dias. Todos os produtos futuros da série anunciados anteriormente, como o calendário de 2021 e os crachás, não serão lançados e o reembolso estará disponível para quem fiz a pré-compra. Para qualquer merchandising solicitada através da revista Weekly Shonen Jump, os pedidos ainda são válidos e serão atendidos – pois já estão em trânsito / a ser efetuados -, mas o reembolso estará disponível para quem desejar cancelar.

A Viz Media já retirou os volumes futuros de Act-Age em inglês e confirmou que o capítulo mais recente da série não será lançado na app da Shonen Jump.

O mangá Act-Age foi cancelado após a prisão de Tatsuya Matsuki (o autor) que dia 18 de julho aproximou-se por trás, tocou e assediou uma menina do ensino médio que tinha entre 12-15 anos de idade. Aproximadamente 1 hora depois, ele assediou outra menina da mesma forma.

Act-Age é um mangá que começou a ser publicado em janeiro de 2018 fazendo parte da iniciativa JUMP START que tem como objetivo criar as próximas grandes obras da Jump.

A história acompanha Kei Yonagi que vem de uma família pobre cujo pai a abandonou juntamente com os seus dois irmãos mais novos, deixando-a encarregue de cuidar da família depois da morte da sua mãe. Quando apareceu a oportunidade de perseguir o seu sonho de se tornar atriz, Yonagi aproveita a chance. Chamando a atenção do diretor Sumiji Kuroyama, a oportunidade de Yonagi brilhar tinha chegado. No entanto, o talento de Yonagi para atuar vem da sua habilidade extrema e inata para o Método de Atuação, que várias pessoas notam como potencialmente auto-destrutivo.