INDIE Live Expo Winter 2021 vai receber uma nova transmissão a 6 de novembro

Mais de 500 novos jogos dos mais talentosos estúdios independentes

INDIE Live Expo Winter 2021, a montra digital que une os fãs de jogos independentes em todos os territórios mundiais, que destacou mais de 800 títulos e recebeu mais de 29 milhões de visualizações, anuncia que mostrará mais de 500 novos projetos numa nova transmissão. A mesma pode ser acompanha a par e passo, dia 6 de novembro às 08h:00 em Portugal Continental e às 04:00 no Brasil através dos canais do YouTube, Twitch, Twitter e Bilibili.

Esta também vai ter a participação de um ilustre júri composto por diversos elementos nos mais altos cargos dos “media” de videojogos em todo o mundo. A votação pública dos INDIE Live Expo Game já começou e estará em vigor até 5 de novembro de 2021. Os nomeados são:

Jogo mais indicado para streaming:
Valheim (Iron Gate Studio,Coffee Stain Publishing)
It Takes Two (Hazelight, EA)
Among Us (Innersloth)
NKODICE (KSYM)

Melhores personagens:
Tsukihime -A piece of blue glass moon- (Type-Moon, Aniplex)
Death’s Door (Acid Nerve, Devolver Digital)
Chicory: A Colorful Tale (A Shell in the Pit, Finji)
Haven (The Game Bakers)

Melhores emoções:
The Artful Escape (Beethoven and Dinosaur,vAnnapurna Interactive)
Death’s Door (Acid Nerve, Devolver Digital)
Jupiter Hell (ChaosForge,vHyperstrange)
Teardown (Tuxedo Labs)

Tema musical do ano:
Two-Dimensional Code (Eternal Dream)
Road 96 (Digixart, Ravenscourt)
Say No! More (Studio Fizbin, Thunderful Publishing)
Golf Club Wasteland (Demagog Studio, Untold Tales)

Regras de jogo:
SNKRX (a327ex)
Mini Motorways (Dinosaur Polo Club)
Cookie Clicker(Steam version) (Orteil, DashNet, Playsaurus)
Before Your Eyes (GoodbyeWorld Games, Skybound Games)

Representação Cultural:
Last Stop (Variable State, Annapurna Interactive)
Word Game: Episode 0 (Team9)
Amaho’s Sakunahime (Edelweiss, XSEED Games, Marvelous USA, Inc.)
Hot Pot For One (Rachel Li, Qin Yin)

Todos os jogos nomeados também podem receber o prémio do jogo do ano desta edição.

Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt em 2020, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal até à sua atualidade, devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.