Banana Fish – ep 2 e 3: Um duro passado!

3

Depois de um bom primeiro episódio, estamos de volta para comentar o segundo e terceiro episódios de Banana Fish, que acabaram por me surpreender bastante, por vários motivos.

O segundo episódio foi de longe o que me surpreendeu mais até agora, visto que personagens que eu pensei que seriam relevantes e que teriam algum destaque na obra acabaram por morrer bem cedo, mas tenho que salientar que nada disso é mau. O autor mostrou desde o princípio que existe um verdadeiro perigo de vida e que, a qualquer momento qualquer personagem pode morrer!

Mesmo assim achei a morte do Skipper pouco impactante, porque nós mal conhecíamos o personagem e se isto acontecesse mais para a frente talvez tivesse um maior impacto no espectador. Apesar disso a sua morte foi necessária de modo a motivar toda esta revolta do protagonista e fazendo com que Ash siga o assassino, dando origem a todos os acontecimentos seguintes…

Tenho que realçar a atitude de Eiji ao conseguir ao conseguir encarar uma situação de fuga aparentemente impossível e mesmo assim conseguiu escapar e chamar ajuda. Confesso que o Eiji me parece um personagem bem sem graça, mas talvez melhore aqui e ali no futuro…

Agora, depois de falar de todas estas “pequenas” coisas, vamos falar sobre o que realmente me interessou neste segundo episódio. Depois da morte do campanga de Dino (o tal que matou o Skipper), e de Ash ter sido levado pela polícia, viemos a descobrir bastantes coisas acerca do passado do protagonista. Como se isto não fosse suficiente, com a ajuda de um certo inspetor, que tentou ao máximo envergonhar Ash confrontando-o como seu passado e com todos os acontecimentos nojentos pelos quais o pobre rapaz passou…

Já no episódio três, tivemos a introdução de um novo personagem, Max Lobo, um jornalista, amigo do jornalista que acompanha Eiji e que terá que proteger Ash ao máximo enquanto ele estiver preso (mesmo que isso não seja preciso, visto que ele safa-se bem sozinho, mas pronto). Mesmo com a ajuda de Max, o protagonista não terá uma vida fácil na prisão. Como seria de esperar existem inúmeros capangas de Dino que farão a vida negra a Ash até que ele confesse o que aconteceu com aquele frasco que lhe foi entregue no primeiro episódio.

Por mais que nenhum dos personagens que esteja relacionado ao Dino seja uma pessoa decente, a maior parte tende a abusar da indecência, principalmente o próprio Dino. Para não falar do que aconteceu com Ash quando ele tinha apenas 10\11 anos, que eu suponho que algo do género tenha acontecido várias vezes, o Ash é tratado como o “brinquedo” de Dino algo pode querer dizer muita coisa e que de certeza nenhuma dessas coisas será algo de bom…

Para terminar queria falar daquele “beijo” que deve ter deixado a malta que suspeito que

 fosse um anime yaoi feliz ou triste (não sei mesmo, depende dos gostos de cada um), mas eu suspeitei logo, durante o beijo dá para ver que o Eiji percebeu alguma coisa e foi ai que eu percebi que não passava de um plano, no entanto com aquela “palmadinha” acredito que muitos começaram a shippar o casal Ash\Eiji (a sério eu ri muito com aquilo)…  

 

 

 

 

 

Algumas cenas interessantes:

Pelo que parece todos gostam do Ash!

Não vai ser uma “castigo” deste que vai mudar alguma coisa no protagonista!

Em Banana Fish, quando se fala de bananas a cena trona-se séria…

Agora sim dá para perceber um pouco do que aconteceu no inicio do primeiro episódio…

“Samurai Boy” suou a uma generalização estupida, não?