Naruto torna-se alvo de controvérsia nos Estados Unidos da América

Naruto está a ser alvo de polémica nos Estados Unidos da América, apenas devido a um fator, uma capa.

Em outubro de 2020, a série original de Naruto será colocada à venda em blu-ray, pela Viz Media. Esta devia ser uma notícia que deveria ser encarada com entusiasmo, já que a primeira série é para muitos fãs, a melhor e mais divertida. No entanto, a arte da capa acabou por manchar completamente o entusiasmo dos seus fãs.

O nome por detrás desta controvérsia é o ilustrador, Whilce Portacio, um dos fundadores da Image Comics e que já trabalhou para títulos da Marvel Comics como Iron-Man, The Punisher, e Uncanny X-Men. Sem surpresa, e num universo tão distinto, os fãs não aprovaram a sua tentativa de ocidentalizar o ninja laranja.

Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal, até à sua atualidade. Devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também é adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.