HQCon 2011 – Florianópolis (SC) Brasil

Por a 16 Agosto, 2011 pelas 21:57 em Cinema, Cosplay, Figuras, Internacional, Jogos, Manga | 3 Comentários »

Aconteceu na cidade de Florianópolis (Santa Catarina – Brasil) um dos eventos mais esperados do ano: HQCon. A convenção que reúne profissionais e apaixonados por Histórias em Quadrinhos, Mangás, RPG, Figures e Games, está em sua segunda edição. O evento foi realizado nos dias 13 e 14 de agosto em um dos estacionamentos do Floripa Shopping. Estiveram presentes escritores, desenhistas e profissionais na área de games, ministrando palestras e conversando com o público presente. Também haviam estandes diversos com HQS, Mangás, Livros, Revistas, Action Figures, Card Games, camisetas, produtos orientais, entre outros.

No domingo tivemos a oportunidade de assistir a palestra de Sidney Gusman sobre seu trabalho com Maurício de Souza (Criador da Turma da Mônica). Gusman falou sobre o que o levou a trabalhar com Maurício, sobre seus trabalhos antigos e novos projetos. Sua simplicidade e simpatia agradaram muito o público presente e despertou em todos a vontade de voltar a ler as aventuras da Mônica e seus amigos.

Abaixo uma entrevista com Romeu Martins, jornalista, autor do Blog Cidade Phantástica – Steampunk no Brasil e palestrante nesta segunda edição da HQCon. A palestra, que foi ministrada em parceria com o escritor, pesquisador e tradutor Fábio Fernandes, teve como tema a ficção científica retrofuturista, como a vista em A Liga Extraordinária (steampunk, no século XIX), Rocketeer (diesepunk, na Segunda Guerra) entre outros. A palestra, intitulada “Festival Punk: Possibilidades do Retrofuturismo”, trouxe curiosidades das origens reais do conceito Punk e suas vertentes para diversos estilos estéticos, desde o Cyberpunk, Steampunk (ou Vaporpunk), Dieselpunk e demais derivados.

Entrevista com Romeu Martins

OtakuPT: Fale um pouco sobre você.

Romeu: Meu nome é Romeu Manoel Coelho Martins, sou jornalista, formado pela UFSC, especializado em divulgação científica. No momento, estou escrevendo meu terceiro livro sobre o assunto, baseado em uma tese de doutorado sobre Governança Corporativa em Parques Tecnológicos. Também escrevo ficção fantástica em seus gêneros FC, fantasia e terror. Tenho contos publicados nos livros Paradigmas vol 1, Steampunk – Histórias de um passado extraordinário, Cursed City – Onde as almas não têm valor e Deus Ex Machina – Anjos e Demônios na Era do Vapor. Este último, bem como a coletânea Steampink, com contos steampunk escritos por mulheres da qual escrevi o prefácio, serão lançados em Florianópolis no próximo dia 19, sexta-feira, no Café Cultura, ao lado da Praça XV, a partir das 18h.

OtakuPT: Quais foram as atividades mais interessantes no evento na sua opinião?

Romeu: A HQCon tanto na primeira edição, do ano passado, quanto nesta, consegue reunir uma agenda bem diversificada de atrações. Gostei muito da mesa-redonda sobre as grandes editoras americanas, Marvel e DC, com Mário Barroso, Sidney Gusman, Fábio Fernandes e Hector Lima, além da apresentação do citado Sidney Gusman sobre as novidades ligadas aos estúdios de Maurício de Sousa. Fora das palestras, as atrações como a apresentação de kung fu e as lutas com armamento medieval foram muito divertidas. Um grupo do qual faço parte, a Sociedade Histórica Desterrense, fez um workshop gratuito com lições sobre vestuário de época bastante útil para quem gosta de cosplay, moda, reconstrucionismo histórico. O concurso de cosplay e as premiações também foram bastante divertidas.

OtakuPT: Qual foi a sua impressão do evento em geral?

Romeu: O primeiro evento, de 2010, me impressionou pela novidade e pelo tamanho que teve. Acompanhei todas as tentativas de criação de um debate sobre quadrinhos na cidade na última década e aquela iniciativa foi a maior de todas as que já aconteceram em Florianópolis. Este ano o evento manteve suas qualidades iniciais, diversificou ainda mais nos assuntos e conseguiu reunir bem mais lojistas que na edição anterior, atraindo um público talvez um pouco maior, se levarmos em conta que foram dois dias de encontro no lugar de apenas um.

OtakuPT: O que houve de muito bom e de diferencial no evento, e o que pode ser melhorado para as próximas edições?

Romeu: Muito bom é o profissionalismo, a dedicação e o cuidado que a equipe formada por Diego Moreau, Ester Gewehr e José Mathias imprimem em cada um desses encontros e nos eventos derivados à HQCon, como o curso de quadrinhos que eles oferecem aos interessados. Isso garante a diversidade de assuntos, de atrações e o clima de alto astral geral que cerca esses encontros. Para o próximo ano certamente vão melhorar algumas coisas que não agradaram nesta edição, como a localização do shopping, que não é em uma área tão central e acessível a todos, ou a data de realização, pois a coincidência com o Dias dos Pais acabou atrapalhando a agenda de muitas pessoas, bem como a logística dos minicursos e workshops que acabaram prejudicados no espaço cedido pelo Floripa Shopping. Mas pelo que conversei com os organizadores, eles estão bem cientes dos pontos a se melhorar no próximo evento e já começam a pensar e planejar as mudanças. Como eu disse, o profissionalismo e a dedicação deles é uma marca de qualidade.

 

Mais fotos podem ser encontradas no picasaweb de Noctislupus.

Por Pati_Althea e Noctislupus.

  • Valeu galera! A presença de vocês foi demais. E obrigado ao amigo e parceiro de cinema Romeu Martins. Crescemos muito com as críticas e sugestões de vocês. Ano que vem tem mais. Nos vemos na HQCON 2012.

  • Nós é que temos a agradecer, Diego! É um privilégio poder participar de um evento como a HQCon no sul do Brasil!

  • Pingback: HQCon2012 em Florianópolis | Nerdices.com.br()