3D Kanojo: Real Girl 2: Episódio 10 (22) – O ressecar da solidão

0

3D Kanojo Real Girl 2 Episódio 10 (1)

Artigo enviado por Jonh Vini.

De fato posso dizer que esse episódio foi bom, um 07/10, algo que é incrível para a própria série, mesmo com algumas escolhas estranhas e fracas do próprio diretor que não conseguiu passar todo o peso dos capítulos adaptados, mas a culpa não é só dele pois apenas o character design, com ressalvas, acertou nesse episódio; primeiramente falando justamente a continuação da fuga do nosso casal de heróis, mesmo com cenas estáticas mostrando apenas cenário dessa fuga e falta de coragem de desenvolver o senhor da pousada que sim ele possui um peso nessa parte final no mangá, pois todo o conflito dele na sua relação com sua mulher, de idas e voltas, molda a personalidade do nosso herói em relação a sua amada, tanto que esse senhor falar que Tsuntsun deve guardar esses momentos para sempre; a adaptação da primeira vez dos nossos heróis foi até ok, não foi um Kuzu no Honkai mas sua simplicidade encaixou bem com todo o contexto do anime, pois no mangá essa cena tem mais significado ao invés da piada que o diretor conseguiu colocar nessa parte tão importante, já na volta para casa do casal, fora o acordar deles, foi cheio de filtros de imagens que ficaria bonito se fosse bem utilizado pois existiu cenas que esse efeito foi inútil e outras que poderia sair bem mas nem sequer foi usado, principalmente no beijo de adeus apaixonado.

Paixão à flor da pele
Paixão à flor da pele

A segunda parte do episódio não gerou o mesmo clima que senti no mangá mesmo com incríveis acertos da direção, teve apenas uma cena de toda série até agora que foi bastante superior ao mangá, tanto do significado utilizado no anime quanto o que foi adaptado no mangá, mas apenas quem leu o mesmo poderia perceber(sem Spoilers), o contexto em si é apenas mostrando o quanto nosso protagonista “amadureceu” dentro dos melhores eufemismos que posso utilizar, o clima passado era leve que combinava com o que era mostrado na tela mas o pensing de todo episódio é prejudicado justamente por esse meio para o final, estou referindo sobre o fato da falta de Igarashi no colégio, pois o sentimento que deveria ser passado é pânico e não incógnita.

Simbologia pela simbologia?
Simbologia pela simbologia?

Por fim o grand finale que começou ok com uma piada que poderia ser acrescida com mais aspectos do cômico, esperava uma barraca Camp ao invés da simples fogueira que Tsuntsun fez, mas melhorou no decorrer das cenas quando descobrimos o motivo da falta e chega no ápice quando a revelação nos mostrado, tenho de falar que a última cena foi fantástica, em relação a série é claro, quando as cores são trocas para rabiscos que se perdem todo o significado no final do episódio, mas nem tudo foi perfeito nesse final, primeiramente algo sutil que tenho de reclamar é justamente a falta de soundtrack quando Tsuntsun adentrou o quarto de Igarashi e no decorrer dessa cena que tirou todo peso dos diálogos, e por fim uma queixa geral a série: Esse diretor não sabe construir Cliffhanger, pois poderia construir toda a cena da revelação para ser a última, ou utilizar tal revelação nos últimos segundos, ocasionado a quebra de expectativa nos telespectadores, junto com o nosso herói é claro.

A grande revelação.
A grande revelação.

Basicamente era isso que eu queria falar sobre esse episódio bom no meio dessa ordinária série que é Real Girl 2, aqui é Jonh Vini e estou há esperar vossos Feedbacks desse episódio e da review, não se afobem, discutir pacificamente é saudável e enriquece a vida, ou bate nesse anime pois sei que essa temporada está péssima e até mais.