Kimetsu no Yaiba – Ep1: Um destino cruel

6

Kimetsu no Yaiba – Ep1: Um destino cruel


Kimetsu no Yaiba #01 Staff:

Storyboarder/Diretor de Episódio: Haruo Sotozaki (Tales of Zestiria the X)
Diretores de animação: Akira Matsushima (Tales of Zestiria the X, Katsugeki: Touken Ranbu), Yuka Shiojima (Tales of Zestiria the X, Fate/stay night: Unlimited Blade Works)


Kimetsu no Yaiba – Ep1: Um destino cruel

Kimetsu no Yaiba ou Demon Slayer não podia ter um inicio mais horrível que este. Temos logo uma ideia do que irá acontecer, através do flashback logo na primeira cena que mostra Tanjirou desesperadamente a tentar salvar a sua irmã Nezuko que parecia ferida.

Kimetsu no Yaiba – Ep1: Um destino cruel

Com o falecimento de seu pai Tanjirou tornou-se o “homem” responsável da familia e a pessoa em que a sua mãe e seus 5 irmãos mais dependem. Ele demonstra ser carinhoso, responsável, esforçado e sobretudo tem um amor incondicional pelos seus irmãos. Até mesmo as pessoal da vilã demonstram um enorme respeito e carinho perante ele e dependem dele não só pelo trabalho de distribuir carvão, mas também, da sua rara habilidade de sentir qualquer cheiro com o seu incrível olfato.

Não levamos uma vida fácil, mas somo felizes. Mas a vida, assim como o tempo, pode mudar. Ele se transforma, e se move. Tempo bom não dura para sempre, e a neve, também, um dia, para. E… sempre que a felicidade é destruída, sempre há… o cheiro a sangue.

É com este monologo que seguimos conscientes que a sua felicidade e da sua familia, terá o seu fim muito em breve, e o desastre está cada vez mais próximo. Tanjirou acabou ficar na vilã ajudando até ao anoitecer, e no seu regresso a casa, seu tio Saburo o aconselhou que não regressasse aquele hora por ser muito perigoso. Foi então que seu tio contou a história dos demónios, que apenas saem de noite, à procura de presas para devorá-las.

Kimetsu no Yaiba – Ep1: Um destino cruel

Quando Tanjirou saiu de manhã para regressar a casa, o pior se confirmou, o cheiro a sangue era tão forte que não dava para negar. Ao chegar a casa Tanjirou depara-se com um cenário horrendo… Sua mãe, seus irmãos estavam mortos após terem sido atacados durante a noite por demónios, no entanto, Nezuko ainda permanecia viva, era a única que Tanjirou ainda podia salvar.

Kimetsu no Yaiba – Ep1: Um destino cruel

Contudo, Nezuko não estava mais em si, ela estava infetada pelo sangue de um demónio e atacou Tanjirou. Antes que Tanjirou pudesse “controlar” Nezuko, os dois foram atacados por um caçador de demónios. Apesar de Giyuu ter a “intenção” de matar Nezuko, a força de vontade de Tanjirou e a ligação que ele tem pela sua irmã, fizeram Gyuu querer ajuda-lo. Tanjirou partiu assim, em uma longa jornada para salvar a sua irmã Nezuko, o destino será o monte Sagiri, onde terá de se encontrar com Sakonji Urokodaki.

Kimetsu no Yaiba – Ep1: Um destino cruel

Comentário:

Antes de mais queria dizer que eu não sou um leitor do mangá, decidi esperar pelo anime para ter uma melhor experiência. Este episódio teve tudo o que uma boa introdução de shonen devia ter, bons personagens, acontecimento trágico, inimigos poderosos e o inicio de uma longa jornada para um difícil objetivo. Como eu já comentei acima sobre o Tanjirou e o resto dos personagens não vou-me repetir neste comentário, queria só deixar um grande elogio para o seiyuu (ator de voz) do Gyuu, a sua atuação naquele discurso foi incrível.

Por último, em relação à animação, tudo dentro dos parâmetros da ufotable, efeitos de grande classe e uso da tecnologia 3DGC mesclada com o 2D como ninguém. Só deixo uma ressalva para o traço e a sua espessura, apesar que durante o episódio não se notou tanto, ainda assim tem momentos em que a espessura fica grossa demais (como em algumas cenas da abertura) e outros nem tanto. É possível que seja apenas um questão de habituação eu até mesmo que não seja um problema de todo para o resto do anime.

Para terminar, foi um excelente episódio! Ficarei esperando ansiosamente pelo próximo.
E vocês, o que acharam?