Miss Kobayashi’s Dragon Maid S: Episódio 4 – Pane no sistema (PARKOUR)

Miss Kobayashi’s Dragon Maid S: Episódio 4 – Pane no sistema

Artigo por Jonh Vini. Podem enviar os vossos artigos aqui.

Ativo minha carta do pleonasmo para falar desse episódio, afinal de contas eu falei nas últimas reviews que não me lembrava muito do mangá e que também como a adaptação animada adicionou bastante ao original, pois basicamente três capítulos adaptados aqui eram bastante irrelevantes na obra, tanto que o que falei na review passada da esquete da Saikawa, que quando a Lucoa apareceu minha mente automaticamente lembrou do capítulo, mas na primeira esquete da Elma meio que achava que seria algo em relação a sua diminuta conta bancária, mas quando aquela tela de MySQL no PC da Kobayashi, rapidamente lembrei do conteúdo desta esquete, ai voltou a falar o quanto a Kyoani conseguiu crescer o conteúdo presente no mangá para obra, mas não ficou maçante, pois esse episódio parecia ter passado voando pelos meus olhos.

O Hashida dos dragões, Kobayashi.
O Hashida dos dragões, Kobayashi.

É bizarro é saber daquela frase despretensiosa da Elma em relação a grande proficiência em lógica de programação da Kobayashi, pois lembra que falei do arco do Harry Potter Japonês?, pois bem talvez aquela fala ao vento não é tão jogada, na verdade aquelas falas dela possui um peso a mais, especialmente sobre se observamos a abertura e a preview do próximo episódio com a fala de Elma sobre os sacrifícios existentes no mundo dela, estou falando disso pois o arco da Tooru no episódio que vem será sensacional pela carga dramática nele, mas vamos falar de coisa alegre, como foi a farra do Takiya com Faf-kun, foi estranho ver os designs das garotas mágicas no maid-café de evento, pois parecia uma mistura de Madoka Magica com uma série de anime onde tem uma garota-Dragão, mas não assistir e o nome foge da minha mente, com Violet Evergarden e Suzumiya Haruhi por causa da onipresença da George nesse episódio, pois não parecia ser um cenário normal do estereótipo do Maid-Café, mas sim alguma alto-referência a alguma obra da Kyoto.

Não sei, parece que já vi isso em algum lugar.
Não sei, parece que já vi isso em algum lugar.

O protagonismo da Elma e Fafnir foi um grande enfoque desse episódio, já que o motivo da patrulha da Tooru foi por causa do Dragão sombrio e ao ver que a filha do grande dragão do caos agindo como se fosse um membro da Harmonia para Elma, aliás um belo vestido que a Maid Dragon estava trajando para patrulhar, não ficou tão provocativo por causa do ótimo tom cômico inerente no episódio todo, em especial nessa esquete, mas em especial onde a Tooru e Elma buscava lembrar da faceta do acumulador de ouro, ele está treinando atrás delas e a quando a “câmera” vai focar nele, a animação é mantida, claro é esperado para Kyoani, mas foi algo fantástico ao ver a piada vindo durante a cena e a qualidade se manter quando “estoura” no episódio.

Um jeito bastante estranho.
Um jeito bastante estranho.

Por falar de segmento dramático, vamos por parque do Parkour que ironicamente foi o ponto mais alegre(leia-se rir pra um catapimba) do episódio desde do início da esquete com a construção do cenário, com o comercial desenvolvido especificamente para a esquete, ai liga com a diversão da família Kobayashi, mas especificamente da matriarca, afinal de contas o sorriso, assim como frases de duplo sentido, foi o que reinou nessa esquete e foi algo saboroso em assistir, principalmente por ser a ponte para o próximo episódio.

O tesouro da Tooru.
O tesouro da Tooru.

Basicamente era isso que eu tinha para falar do anime da compactação escamosa, aqui é Jonh Vini e o foi minha review desta série, estou à espera dos vossos Feedbacks do episódio e da review para melhorar minha escrita para vocês, não se afobem pois arrependimento mata, vamos discutir pacificamente, sem puxar palavras de baixo calão já que como podem ver eu não desferir nenhuma contra vocês é saudável porque enriquece a vida e até mais.

O próximo signo será Aquário, ou Capricórnio, mas vai ser o signo da dubladora da Iruru
O próximo signo será Aquário, ou Capricórnio, mas vai ser o signo da dubladora da Iruru

 

Fundou o OtakuPT em 2007 e desde então já escreveu mais de 40 mil artigos sobre anime, mangá e videojogos.