Diretor de Monster Hunter live-action pede desculpa por “insulto” à China

Depois da Constantin Film foi agora o próprio diretor Paul W.S. Anderson a pedir desculpa pelo alegado “insulto” à China presente num diálogo no filme live-action de Monster Hunter.

Anderson afirmou:

Estou absolutamente arrasado que uma linha de nosso filme, Monster Hunter, ofendeu alguns membros do público na China. Peço desculpas por qualquer ansiedade ou aborrecimento que esta linha e a sua interpretação tenham causado. Monster Hunter foi feito como um entretenimento divertido e estou mortificado que qualquer coisa dentro dele tenha causado uma ofensa não intencional. Respeitosamente removemos a frase do filme. Nunca foi a nossa intenção enviar uma mensagem de discriminação ou desrespeito a ninguém. Ao contrário – no seu cerne, o nosso filme é sobre unidade.

Na cena em questão vemos dois soldados a fazer um trocadilho em inglês, com a sonoridade da palavra “knees” (joelhos). Na cena em questão um soldado questiona “que tipo de joelhos são esses” respondendo posteriormente que são “chi-knees”, cuja sonoridade é muito semelhante com chinese (chinês).

Esta menção de joelhos e china foi entendida como uma referência a uma canção racista “chinese, japanese, dirty knees – look at these” popular em alguns países.