Antigo mangaká preso por pornografia infantil

Ichikura terá colocado online mais de 20.000 imagens

Antigo mangaká preso por pornografia infantil

A Polícia da Prefeitura de Kyoto prendeu o ex-criador de mangás Tarō Ichikura em Tóquio na passada quarta-feira por suspeita de colocar online pornografia infantil usando o software de comunicação anónimo TOR.

Ichikura, de 51 anos, teria colocado online quatro imagens de uma menina entre 16 de maio e 8 de julho. Segundo a polícia, Ichikura usou o TOR para abrir um site de pornografia infantil que usava um sistema de membros em fevereiro de 2018. A partir de fevereiro de 2019, o site tinha cerca de 2.000 contas. A polícia suspeita que Ichikura tenha colocado online mais de 20.000 imagens de pornografia infantil nesse site e está a investigar o assunto.

Ichikura supostamente já admitiu as acusações.

O pseudónimo de Ichikura como criador de mangá era Ichirō Kurata, de acordo com a Kansai TV. Kurata escreveu o mangá para adultos Amahada Shōjo, lançado em 2004.