Mais um drama à volta de um mangá disponível na biblioteca de uma escola americana. Desta vez o protesto vem de uma mãe do Nebraska que protestou por a sua filha de 11 anos encontrar o mangá  (Kobayashi-san Chi no Maid Dragon ou The Dragon Maid of Kobayashi-san) de na biblioteca da sua escola, reclamando que o material de leitura não é apropriado para crianças.

As notícias chegaram até à TV quando a KETV publicou um pequeno segmento sobre o assunto, onde a mãe afirmou que o mangá nunca poderia ser disponibilizado na escola se alguém o tivesse revisto, no entanto, um porta-voz do distrito respondeu esclarecendo que o mangá destina-se a jovens adultos.

Jeremy Maskel, responsável pela comunicação do distrito afirmou:

Para selecionar material para os centros média, o staff revê uma variedade de fontes que incluem audiências recomendadas para cada título particular. Este livro é recomendado para jovens adultos, mas sabemos que cada família pode ter a sua própria opinião sobre o que é melhor para os seus filhos lerem…

Miss Kobayashi é a típica trabalhadora de escritório que vive uma vida chata, sozinha no seu pequeno apartamento, até que salva a vida de uma dragão em perigo. A dragão, chamada Tohru, tem a capacidade de se transformar magicamente numa garota humana adorável (embora com chifres e uma longa cauda!), que fará de tudo para saldar a sua dívida de gratidão, quer Miss Kobayashi goste ou não. Com uma dragão muito persistente e amorosa como companheira de quarto, nada é fácil e a vida normal de Miss Kobayashi está prestes a mudar!

foi adaptado para uma série anime que estreou a 11 de janeiro de 2017 com animação pela , direção de  (Amagi Brilliant Park, The Disappearance of Haruhi Suzumiya, Hyōka, Lucky Star), argumento de  (Neo Angelique Abyss, Samurai Warriors, Umi Monogatari) e design de personagens de  (Amagi Brilliant Park, Beyond the Boundary).

Em fevereiro foi anunciada que estava em produção uma segunda temporada, mas o ataque à Kyoto Animation pode ter adiado esses planos.