Cosmic vai transporta-nos pelo tempo e pelo espaço em 2022

A luz e sombra ditam as regras neste universo artístico

A Feardemic e a King’s Pleasure anunciaram o jogo Cosmic, uma nova aventura de ação que vai receber lançamento nas plataformas PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series, Nintendo Switch e PC (Steam) algures em 2022.

Através do jogo na página da Valve podemos ler:

Em Cosmic, o jogador controla Vik, um ser aparentemente ternurento, porém traquinas, cujo único e melhor amigo é a sua própria sombra. Um dia, devido a um desejo sem medida, Vik perde a sua sombra e encontra -se impotente num mundo desconhecido. No entanto, Vik descobre que adquiriu uma sombra nova e maior – a de um monstro poderoso. Vik e sua nova sombra conseguirão cooperar e sobreviver nesta perigosa viagem através do espaço e do tempo?

CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS:

  • Um universo misterioso habitado por personagens estranhas cujas sombras têm personalidades distintas, e onde a luz e a sombra ditam as suas regras metafísicas.
  • Jogabilidade 2D frenética com dois estilos diferentes: usa a luz para libertar a sombra anexada a Vik e executa combos corpo a corpo mortais ou usa a agilidade e evasão para escapar dos perigos no escuro.
  • Vários mundos exóticos para explorar com mapas expansivos repletos de quebra-cabeças, segredos e desafios. Encontra novos itens, desbloqueia novas habilidades e usa-os para viajar pelo tempo e pelo espaço de forma a explorares o que não conseguias aceder anteriormente.
  • Animações fluidas que melhoram a experiência de jogo e um estilo de arte distinto com planos de luz e contrastes.
  • Desenvolvido por uma equipa de veteranos da indústria que trabalharam anteriormente em Cyberpunk 2077Serial Cleaner e Vampire: The Masquerade – Coteries of New York e muito mais!
Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt em 2020, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal até à sua atualidade, devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.