Novel No Game No Life banida na Austrália

No Game No Life não resistiu à pressão dos políticos australianos

Novel No Game No Life banida na Austrália

O Conselho de Classificação da Austrália apesar de inicialmente ter defendido as suas diretrizes acabou por ceder e recusou classificar os volumes 1, 2 e 9 da novel No Game No Life de Yuu Kamiya (nome utilizado pelo brasileiro Thiago Lucas Furukawa na publicação da obra), o que na prática significa um BAN da obra na Austrália. Podem ver em baixo a informação de recusa de classificação da obra.

Novel No Game No Life banida na Austrália

Este decisão tem na sua génese as pressões exercidas por Stirling Griff, um senador australiano que quer banir anime nas TVs australianas alegando que obras como Sword Art Online, Goblin Slayer e No Game No Life representavam “exploração infantil” e até normalizavam a pedofilia.

Na Austrália a livraria Kinokuniya também pressionada desta vez pela legisladora sul-australiana Connie Bonaros acabou por em julho de 2020 remover das suas prateleiras as obras:

  • Eromanga Sensei
  • Sword Art Online
  • Goblin Slayer
  • No Game No Life
  • Inside Mari
  • Parallel Paradise
  • Dragonar Academy

O senador Griff usou a adaptação para série anime da light novel de como um exemplo de mídia que descreve “exploração infantil” que “apresenta fortemente temas de incesto” e afirmou “muitas cenas são tão perturbadoras que eu simplesmente não vou descrevê-las”.

A história de  desenrola-se à volta de dois irmãos Sora e Shiro cuja reputação de gamers NEET se tornou uma lenda urbana na internet. Estes dois gamers consideram até a vida real como qualquer outro jogo de baixa qualidade.

Um dia eles são convocados para um mundo alternativo por “God”. Nesse mundo “God” proibiu a guerra e declarou que tudo se iria decidir através de jogos, até as fronteiras dos países. A humanidade foi reduzida a uma única cidade pelas outras raças. Será que Sora e Shiro se vão tornar nos “salvadores da humanidade” neste mundo alternativo?

Dia 9 de Abril de 2014 a  lançou uma adaptação para série anime nas TVs japonesas que ficou em segundo lugar nos .