4anime é encerrado abruptamente após pressão legal

4anime é encerrado abruptamente após pressão legal

Com milhares de visitantes cada mês o 4anime estava a solidificar a sua posição como um dos maiores sites piratas de anime, mas a sua ascensão terminou agora abruptamente.

O enceramento do 4anime coincide com uma intimação emitida por um tribunal federal dos Estados Unidos, levando a querer que foi o fator que desencadeou a decisão de encerrar o site pirata. No site podemos ler:

Desculpe por terminar as coisas desta maneira. Devido a certas circunstâncias, temos que fechar o site. Todos os favoritos estarão disponíveis por meio de login na próxima semana ou duas, então não se preocupem.

No entanto, todos os vídeos e conteúdo foram excluídos e encorajamos a apoiarem a indústria visualizando em alternativas legais ou algo assim.

A mensagem não diz por que o 4anime e o seu site irmão, Simply.moe, tiveram que fechar sem aviso prévio. No entanto, o final abrupto emparelhado com a recomendação de procurar alternativas legais (“ou algo”), sugere que pode haver pressão legal envolvida.

O sucesso destes sites animes, alguns dos quais com milhões de utilizadores, não passou despercebido pelos detentores de direitos. No ano passado, a coalizão anti-pirataria ACE apreendeu vários domínios de pirataria anime. Pouco depois, KissAnime.ru e KissManga.com foram fechados à força.

Quando grandes sites piratas fecham, outros tendem a preencher o vazio rapidamente. Isso incluiu o 4anime.to, que no passado acolheu refugiados de outros locais. Isso ajudou a plataforma a crescer, mas também tornou o site um alvo.

Há alguns meses, o 4anime foi listado num aplicativo de bloqueio de sites na Austrália, ao lado de outros sites piratas proeminentes. Isso não impediu o site de funcionar, mas algo que aconteceu mais recentemente, sim.

O 4anime foi alvo de um pedido de intimação num tribunal federal do Michigan alguns dias atrás. Essa solicitação veio do “Legacy Rights Group” e exigiu que o provedor de CDN Cloudflare entregasse as informações pessoais dos operadores do 4anime.

Especificamente, a Cloudflare foi obrigada a entregar nomes, endereços, registos de cobrança, endereços de e-mail, endereços IP e qualquer outra informação que pudesse ajudar a rastrear os responsáveis.

A intimação foi emitida a 5 de julho com prazo de resposta até 26 de julho. A Cloudflare normalmente cumpre com essas solicitações, mas se algum dado já foi entregue é desconhecido.

Não está claro o que o “Legacy Rights Group”, com sede nos EUA, planeia fazer com as informações solicitadas. A empresa foi fundada há apenas alguns meses e pouco se sabe sobre as suas conexões com a indústria de anime.

Fundou o OtakuPT em 2007 e desde então já escreveu mais de 40 mil artigos sobre anime, mangá e videojogos.