Artista de Pokémon diz que os Otaku são mais fáceis de enganar

Artista de Pokémon não está contente com o contínuo crescimento da cultura Otaku!

A artista Keiko Moritsugu aparenta ter um ódio de estimação pelos Otaku e depois de o mês passado afirmar que o “moe arruinou o anime” e que a indústria de animação japonesa devia começar a seguir o que a Marvel faz em termos de conteúdos, volta agora a envolver-se numa polémica.

Keiko Moritsugu é conhecida por ser uma das artistas e designers de personagens de animes como Pokémon e Doraemon, e afirmou agora no seu twitter que não está contente com o contínuo crescimento da cultura Otaku.

Eu não acho que a situação seja que os hobbies otaku se tornaram mainstream, mas que eles deixaram de ser avisados sobre as suas qualidades prejudiciais. Ninguém os está a ensinar que ler livros, fazer churrascos, tocar instrumentos musicais, jogar footsal, aprender línguas ou outras formas de estudo enriquecerão as suas vidas. E a razão disso é porque, para as grandes empresas, os otakus são os maiores otários e os mais fáceis de enganar.

Moritsugu parece assim sugerir atividades recreativas em alinha com os passatempos tradicionais dos membros intelectuais e / ou atléticos da sociedade, e em contraste, ela parece estar a dizer que assistir a anime não vai fazer uma pessoa melhor, e como tal não é a maneira significativa de passar o tempo.