Anime Friends 2018 – Veredito

2

Anime_Friends_2018_Veredito_20

Entre os dias 06 e 09 de julho ocorreu na cidade de São Paulo a 15° edição do Anime Friends. O evento, organizado pela Maru Division, foi realizado no Centro de Eventos Anhembi e contou com uma grande estrutura e diversas atrações voltadas para o público fã de animes, mangas e games. Mas, antes de entrarmos na análise do evento deste ano em si, vamos contar previamente a história do evento.

O Anime Friends surgiu em 2003 criado pela Yamato Eventos e logo em suas primeiras edições o evento se tornou um dos maiores de seu segmento no Brasil. No decorrer dos anos o Anime Friends se tornou o maior evento voltado a Animes e Mangas da América Latina e essa hegemonia durou anos, porém em 2014 o evento encontrou um forte concorrente a desbancar seu reinado e com um conteúdo de segmentos e atrações mais populares.

Após ter perdido o posto de maior evento dentro do território brasileiro e Latino Americano, a Yamato Eventos tentou modificar o Anime Friends para fazer dele um evento mais popular e com atrações de outros segmentos, mas o tiro saiu pela culatra e o evento acabou sendo acusado pelo seu próprio público original de se tornar algo totalmente sem características próprias e com atrações popularescas apenas para atrair mais público.

Em 2017 o evento retornou com mais atrações voltadas apenas ao publico fã das mídias animadas, quadrinhos e jogos japoneses e em um espaço totalmente novo e mais confortável em comparação com os locais anteriores. Naquele mesmo ano veio a inesperada notícia de que a marca Anime Friends não pertencia mais a Yamato Eventos e havia sido vendida para um grupo de investidores que viriam a criar oficialmente a Maru Division.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Chegamos ao ano de 2018, o Anime Friends foi realizado pela Maru Division em quatro dias no Centro de Convenções Anhembi, um dos mais conhecidos e tradicionais centros de convenção da cidade de São Paulo e local aonde ocorrem tradicionais eventos voltados ao público jovem (como a Campus Party Brasil). O local do evento é amplo o suficiente para conseguir separar seus dois auditórios de seus dois palcos, porém (ai vem minha primeira reclamação) a estrutura do Auditório 1 não possuía isolamento acústico e isso fazia com que o som vindo do Palco Principal incomodasse um pouco os painéis que estavam ocorrendo lá. Diferente do Auditório 2, que possuía um bom isolamento em sua estrutura de onde não se era possível ouvir com precisão o que ocorria do lado de fora.

Os dois Auditórios eram bastante amplos e possuíam acentos suficientes para abrigar uma boa quantidade de pessoas. O Auditório 1 possuía um ambiente bem iluminado e com espaço para fácil locomoção de pessoas em suas áreas laterais e área central. Já o Auditório 2 possuía uma iluminação mais escura justamente para criar o clima certo para a realização dos shows Ultraman Heroes e Hatsune Miku.

Por outro lado o público do Palco Anime acabou sofrendo um pouco para conseguir ver as apresentações e painéis relacionados a Cosplay e YouTube. Diferente dos dois auditórios e do Palco Principal, o Palco Anime possuía um espaço menor, se encontrava em um local fisicamente limitado e, para piorar, era colocado grades para alocar os jurados dos concursos e isso limitava ainda mais o espaço do público. Isso fez com o publico tivesse que ver os concursos de pé ou sentados diretamente no chão e sem nenhum conforto. Talvez a solução mais prática, em minha opinião, seriam alocar os concursos de Cosplay para o Auditório 2 e os painéis com cosplayers e youtubers para o Auditório 1, mas para isso seria necessário mudar toda a agenda de atrações do evento e esse é o próximo tópico que eu gostaria de abordar nesse texto.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Se existe uma palavra para definir está edição do Anime Friends esta palavra é “repetição”. Com excessão da dubla Myth & Roid e do grupo Blanc7 (que fizeram grandes shows), todas as atrações do evento foram repetidas de alguma forma. No Auditório 2 tivemos Ultraman Heroes e Hatsune Miku nos quatro dias, no Auditório 1 ocorreram ao menos dois painéis com Ladybeard e Reika Saiki, Takumi Hashimoto e Ayame Misaki. Sem falar de novamente haver painéis com dubladores de Dragon Ball e Yu Yu Hakusho. Com essa grande quantidade de repetições praticamente o evento não tem uma variedade de atrações e isso acaba trazendo o risco do publico não retornar para mais do que um dia de evento.

Mesmo que seja uma grande oportunidade do público saber em primeira mão o que será publicado futuramente pelas editoras brasileiras de mangas (e tivemos grandes anúncios este ano), já passou além da hora do Anime Friends tentar trazer atrações internacionais de dentro da industria de animes. Mesmo com a presença do Crunchyroll, fica perceptível que o evento perde muito ao não ter um estande ou um painel da  ou de estúdios japoneses conhecidos do público.

Um outro problema relacionado a atrações é quando elas não ocorrem ou simplesmente mudam de lugar. Na sexta-feira (06), dia do jogo do Brasil pela Copa, alguns painéis do Anime Friends foram cancelados ou mudaram de horário devido ao jogo. Porém o painel aonde seria exibido o primeiro episódio dublado de Black Clover foi realocado para o estande da Panini sem nenhum aviso formal devido o telão do Auditório 1 estar com problemas para rodar vídeos.

No geral o Anime Friends 2018 conseguiu melhorar muito sua estrutura, apesar que algumas coisas ainda podem ficar ainda melhores. Porém o evento precisa melhorar muito na diversificação de suas atrações se quiser atrair mais publico e manter o público atual mais tempo dentro do evento e mesmo que o público tenha acesso a conteúdo em primeira mão das editoras brasileiras, está mais que na hora do evento também buscar trazer conteúdo em atrações internacionais de empresas como a Netflix ou de estúdio japoneses.

Segundo dados divulgados pela Maru Division em release para a imprensa, o Anime Friends teve 50 mil pessoas nos quatro dias de evento e movimentou mais de R$15 milhões. Porém me fica o questionamento de quantas pessoas deste numero são realmente pagantes, já que no primeiro e no último dia do evento houve a distribuição de ingressos cortesia de forma gratuita e online.