Festival Europeu de Shakuhachi

Festival Europeu de Shakuhachi

Dia 26 e 27 de julho o auditório do Museu do Oriente vai receber um concerto dos mestres do Shakuhachi.

Alguns dos mais importantes mestres de shakuhachi japoneses apresentam-se em Lisboa para 2 concertos com programas distintos. Keisuke Zenyoji é um dos maiores mestres vivos, descendente de uma importante linhagem de mestres históricos, entre os quais o lendário Jin Nyodo, sendo um músico extraordinário e um dos mais premiados executantes do instrumento. É também respeitado como professor, ensinando o Honkyoku (repertório sagrado original) sobretudo no Japão, mas também um pouco por todo o mundo. Kodama Hiroyuki foi discípulo de Atsuya Okuda, o fundador da escola Zensabo, que trouxe de alguma forma o instrumento de volta à sua tradição de ferramenta de meditação. Vive em contacto com a natureza, sendo além de um improvisador e exímio intérprete de Honkyoku, também um dos mais respeitados contrutores de shakuhachi. Kuroda Reyzan é a mais importante voz da nova geração, tendo sido o vencedor da última edição do Hogaku – concurso mundial de shakuhachi, que decorreu em Londres em 2018.

Estarão também presentes intérpretes japoneses de koto e shamisen – Mieko Miyazaki e Gaho Takahashi – além de vários mestres europeus de shakuhachi. O público terá oportunidade de ouvir, não só a espiritualidade do shakuhachi, mas também outros tipos de música tradicional japonesa e música contemporânea e improvisada.

PROGRAMA

  1. Jim Franklin | Songs from the Lake #6 (shakuhachi e electronica ao vivo)
    Compositor | Jim Franklin, 2019
  2. David Hughes, Gina Barnes e Véronique Piron | Min’yō medley (trad.)
  3. Horacio Curti | Tsuru no sugomori (trad.)
  4. Suizan Lagrost (shakuhachi) e Mieko Miyazaki (koto) | Godan-ginuta – 五段砧
    Compositor | Mitsuzaki Kengyō (光崎検校), meados séc. XIX
  5. César Viana | Matsukaze – 松風 (trad.)
  6. Antonio Enzan Olías | Kyochiku – 狂竹
    Compositor | Koji Izumi, 1994
  7. Kuroda Reison | Swan Song – 白鳥の歌
    Compositor | Atsuhiko Gondai (権代敦彦), 2018

Durante os 4 dias do Festival realizam-se concertos, workshops, conferências, exposições e também um workshop de construção de flautas. Estão representados uma diversidade de estilos para dar uma ideia global das diferentes linhagens e escolas do Shakuhachi.

Programa detalhado de workshops e inscrições: www.lisbon2019.shakuhachisociety.eu