El-Melloi II: Episódio 12 – O trem da conjuntivite Parte VI ~Juntando os trocados para financiar a Season two~

El-Melloi II: Episódio 12

Artigo por Jonh Vini.

Finalmente um episódio que nós fizeram lembram que esse é o spin-off de Fate/Zero, um episódio empolgante que dá pena dele ser o penúltimo episódio dessa série que deveria ser bem trabalhada como foi nesse pois o episódio começa justamente revelando o culpado de toda essa confusão que chamamos de primeira temporada: o professor Heartless, que é irônico pois ele teve seu coração roubado por uma fada, todo seu modo operante durante todo esse arco foi baseado no episódio três, seu disfarce foi quebrado quando Caules apareceu e contigo a ligação do grupo em terra com essa operação pois eles fizeram algo diretamente envolvendo o trem, após a revelação Velvet começou a ligar os pontos ao costureiro o sem-coração finalmente fala seu motivo principal de tudo isso: O cálice sagrado, mas não é fazer um cálice e sim o grande cálice de Fuyuki, isso explica a imagem das linhas de Ley do episódio passado, mas para isso era necessário usar as linhas de Ley e os olhos místicos do trem para conseguir a mama suficiente para fazer o grande cálice, mas ainda faltava uma peça para “desoriginalizar” o cálice: a participação de um sobrevivente de uma guerra por ela.

O sobrevivente mais sortudo.
O sobrevivente mais sortudo.

Visto que a casa caiu o professor Heartless então finalmente chamou sua serva para libertá-lo e com isso temos nossa adorável senhorita Adashino voando longe, Velvet logo ô questiona que classe essa heroína cujo seu “nome” é conhecido e logo após essa pergunta Rennes que tinha chegado junto a Caules questiona se ela seria o Alexandre pois para o conhecimento dela a aparência de Alexandre é igual ao seu design no Fate/Zero, mas o Velvet logo a responde que existe lendas que usam o design da “Rider” para referenciar o Alexandre e após essa revelação o professor Heartless revela que ela estaria numa nova classe: Faker, uma classe de falsos (óbvio) e quase tivemos um conforto de servos já que a Gray queria acabar aquele conforto do episódio 9, mas o maquinista pediu para não fazerem isso para não danificar as peças, por isso que tanto Heartless quanto o Velvet saíram do vagão.

Madame Adashino, estais bem?
Madame Adashino, estais bem?

No “lado de fora” do trem vermos que Heartless é o Moriarty do Velvet pois ele devolveu o resto da relíquia de Alexandre sem nenhuma hesitação, na verdade com até um cinismo, mas quando Heartless e Faker iriam partir Velvet a questionar o porquê ela foi invocada pela relíquia de Alexandre então finalmente descobrimos quem ela realmente é, mas quando perguntada porque ela não aparece no fantasma nobre de Alexandre e o fato que quando o mesmo queria lhe dar um nome ela não quis, ela a atacou sem hesitar, mas com a ajuda da Gray e Caules o assédio dela a Velvet foi apartado.

Raiva ressoada.
Raiva ressoada.

Vendo que a situação estava complicada Heartless tirou sua carta da manga: a criança de Ainnash, mas aparentemente Velvet estava preparado para isso pois todas as peças para desidratar esse trunfo estavam ativas, vendo que seu mestre estava em perigo a Faker recuou desvirando os golpes da Gray e do padre que teve seus olhos recuperados já que o leilão foi cancelado(que sorte), mas ele não foi bastante efetivo já que logo após do fim da Reality Bubble ele foi jogado longe com um chute da Faker deixando Gray a sós e se não fosse uma artimanha de Velvet talvez nem tivéssemos mais nossa saberface viva, ferida Faker usa sua última arma para conseguir derrotar nossa heroína, resultante Gray mostrava incerteza para usar seu trunfo mas o padre lhe deu permissão para o uso e foi algo que me lembrou muito o uso do Arthur Prototype do seu fantasma nobre que precisa da liberação da távola redonda para usar sua mais nefasta arma, com isso acabamos com um episódio entre aberto pois os dois fantasmas se colidiram.   

Vão terraplanar o terreno rapidinho.
Vão terraplanar o terreno rapidinho.

Como disse antes esse foi um episódio ótimo pois além da ligação com Fate/Zero, tivemos todo o clímax de todo o desenvolvimento da trama da série de maneira natural e fácil, fora a aparição do professor Heartless que de longe pode se tornar um antagonista interessante numa possível nova temporada pois como falei, ele parece ser o Moriarty do nosso Sherlock Velvet, sempre combatendo nosso detetive mágico com lógica e racionalidade é muito triste saber que esse é o penúltimo episódio da série.

Mudança de visual.
Mudança de visual.

Basicamente era isto que eu queria falar sobre este penúltimo episódio dos casos amaldiçoados de Velvet, aqui é Jonh Vini e estou há espera dos vossos Feedbacks deste episódio e da review para melhorar, não se afobem, discutir pacificamente é saudável, enriquece a vida e até mais.