Os Cavaleiros do Zodíaco: Saintia Sho: Episódio 9 – Um alívio no muro das lamentações

 Antes de comentar sobre o conteúdo do episódio tenho de no mínimo comemorar uma coisa: Finalmente um episódio descente, pelo para o anime, não tivemos tanta inconsistência no character design, mesmo que em alguns momentos que tivemos a mesma qualidade de design do episodio anterior, obvio que se comparamos com Soul of Gold esse episodio seria basicamente um episodio razoável e se comparamos a Saga de Hades no Santuário ai sim esse episodio seria um lixo, mas como Saintia Sho não esta esse primor todo esse episodio chega a si destacar, mas deixando de tudo isso vamos para o roteiro do episodio que começou como terminou o episodio passado: Saga e Aiolia lutando debaixo da árvore do conflito, o principal motivo da ressuscitação dos cavaleiros fantasmas diga-se por sinal, e Mu mandando Shoko direto ao tempo da Éris para combatê-la, enquanto isso Mu descobre que Éris que destruir o santuário, literalmente, enquanto isso no próprio santuário Aldebaran o protege dos fantasmas enquanto Shaka, sem sua contas, impedia que os demais cavaleiros de ouro mortos na batalha do santuário ressurgissem nessa batalha, já próximo a entrada do santuário os dois cavaleiros de prata que foram enviados para matar Atena no episodio 5 finalmente retornaram, apenas isso pois acho que não faram nada mais na serie.

Mas que Grande Chifre mixuruca.
Mas que Grande Chifre mixuruca.

 Já no seu palácio, Éris assedia Atena, Saori diretamente pois sabemos que a deusa Atena já decidiu seu ponto à eras, para abandonar o posto de deusa protetora da Terra, já que todo esse conflito está ocorrendo graças a ela, no mesmo momento Atena percebe que Éris não esta totalmente despertada e tenta se comunicar com Kyouko mas sem sucesso, nos corretores do templo Shoko percebe que o cosmo de Atena esta se esvaindo; um adendo justamente no final dessa cena é justamente a trilha sonora que teve a mesma ideia do final arco de Poseidon no clássico: o choro de Atena simbolizando a urgência para salvá-la, mas diferente do arco final, nessa cena final bastante ambígua pois não foi usado como soundtrack da cena anterior para um contexto de desespero dessa batalha, apenas no final para passa sua ideia e a musica em si bem que poderia invés num lirico mais presente do que a melodia.


A única imagem que poderia colocar no post.

 Enquanto isso na raiz do problema, literalmente em baixo do núcleo da árvore do conflito, Saga e Aiolia seguem lutando até que Aiolia é derrotado e capturado entre as raízes da árvore, como no Soul of Gold, aqui mais uma observação, justamente o poder de um cavaleiro de ouro é proporcional a sua armadura e como sabemos Saga é um dos cavaleiros mais poderosos da sua geração, fora que ambos acabaram de sair de uma batalha intensa no santuário, então porque a armadura de Aiolia não se quebrou ao receber a EXPLOSÃO GALÁTICA extremamente poderoso de Saga, sei que isso foi feito para economizar com possíveis quadros reutilizados e que a Bandai não gostaria de ver seu principal produto da série sendo “desvalorizado”, mas por uma questão de roteiro esse artifício deveria ser usado; enquanto isso as últimas Saintias finalmente entram na batalha ajudando umas as outras, com destaque maior de Elda de Cassiopeia que finalmente apareceu na série e logo com estilo, subindo o templo de Éris de moto, já o simbolismo de toda essa ação não conseguiu chega no seu objetivo, que é mostra a união delas perante essa grande inimigo, se fosse bem trabalhado e tivesse mais episódios até funcionaria mas como o plot é apenas mostrando a imponência dos cavaleiros de ouro, a importância das Saintias acabou ficando de lado.

O Gatinho apanhando.
O Gatinho apanhando.

 Por fim Shoko acha o portão onde separa ela da sua irmã e consequentemente a Éris mas ela é para por Rigel que testa se ela seria capaz de derrotar a deusa e ela (Shoko) acha que ele está a testando para consegui finalmente descansar em paz, mas Mayura ainda viva mas presa em outra dimensão diz que tal pensamento é errado justamente por ele não está mais vivo, com isso Shoko simplesmente se focar em conseguir juntar todas suas forças para derrotá-lo, logo após isso a árvore do conflito finalmente floresce, na sua raiz Aiolia é salvo por Milo e os dois iram confrontar a Saga, enquanto isso no portão Éris aparece na frente de Shoko com a cabeça de Atena na sua mão e assim o episodio acaba; um adendo é justamente a luta de Shoko com Rigel que mesmo com a inconstância de Character design foi até legal pois não esperava algo assim na serie.

O despertar do poder da nossa heroína.
O despertar do poder da nossa heroína.

Review final do episódio

 Primeiramente tenho de mostrar esse video abaixo que é basicamente Aina Suzuki, a dubladora original da Shoko, mostrando a figure da sua personagem, bem você deve esta perguntando o porque eu quis mostra isso, se olharem bem esse video foi postado no canal oficial da Bandai do japão, que facilmente poderia ser compartilhado em qualquer pagina especializada de cavaleiros pelo mundo, um abraço especial para CavZodiaco, e mostra também que houve um investimento para a série, ai começa minha reclamação pois muito provavelmente o investimento foi baixo, algo ilógico para algo que poderia gerar um retorno muito maior para empresa, afinal novos cavaleiros significa novas armaduras, novos produtos de Saint Seiya para vender e faturar, especialmente no exterior o nome Saint Seiya é forte e como a série está sendo distribuída oficialmente no exterior não havia a necessidade de investir pouco numa serie que não tem o japão como seu principal mercado consumidor.

 Já com o episodio eu acho que maior problema dele é o roteiro, mas todas minhas piores criticas sobre estão na review passada e na review final.

Basicamente é isso, aqui é Jonh Vini e estou há esperar vossos Feedbacks desse episódio, da review e na série como um todo, não se afobem, discutir pacificamente é saudável e enriquece a vida, e até mais ou nesse caso: Você já sentiu o Cosmo?