Stalkers levam Memi Kakizaki a abandonar a carreira de Idol

Stalkers levam Memi Kakizaki a abandonar a carreira de Idol

Após um recente evento com os fãs a idol Memi Kakizaki das Hinatazaka46 anunciou sem dar uma razão especifica que com 17 anos iria deixar o grupo e a carreira de idol.

O site oficial das Hinatazaka46 já tinha revelado anteriormente que as suas idols estavam a ser vítimas de stalkers que as incomodavam até nas suas casas. O site ameaçava reportar futuros incidentes com fãs às autoridades.

A cantora disse que planeia deixar a indústria do entretenimento completamente, e passar a viver o resto da sua vida como uma “menina comum”.

Kakizaki está longe de ser a primeira idol a ser vitima de perseguição por fãs e recentemente as NGT48 terminaram e voltaram a ser relançadas após Maho Yamaguchi ter sido atacada na sua residência.

Um japonês chegou mesmo a ser preso por perseguir Karen Iwata das AKB48 e outro foi condenado a 6 anos de prisão por atacar o popular grupo de idols em 2014. O caso mais grave envolveu que foi atacada por um fã que a esfaqueou múltiplas vezes e quase provocou a morte da idol que perdeu grande parte da visão de um dos olhos e está sujeita a múltiplas cirurgias de reconstrução.