Anime fora da 95ª edição dos Oscars

Oscars 95

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou os nomeados para a categoria de melhor filme animado para a 95ª edição dos Oscars e tal como o ano passado o anime ficou de fora.

Os filmes nomeados para melhor filme animado são Guillermo del Toro’s Pinocchio, Marcel the Shell with Shoes On, Puss in Boots: The Last Wish, The Sea Beast e Turning Red.

Fora dos Oscars ficaram os filmes anime Inu-Oh de Masaaki Yuasa e do Science SARU, Drifting Home de Hiroyasu Ishida e do Studio Colorido e Goodbye, DonGlees! de Atsuko Ishizuka e do estúdio Madhouse.

Inu-Oh

Inu-Oh era uma figura da vida real, um performer e dramaturgo de Sarugaku Noh que foi extremamente popular no século XIV. No entanto, ele é praticamente desconhecido para as pessoas hoje em dia, porque muito poucos documentos sobre a sua vida sobreviveram. Agora, cerca de 600 anos depois, este projeto de Inu-Oh retrata os contos entre o lendário Inu-Oh, que desapareceu da história, e um certo jogador Biwa, e está cheio de sequências de música e dança.

A animação é do estúdio Science SARU, a direção é de Masaaki Yuasa (Ping Pong the Animation, Mind Game, Devilman crybaby), a história de Akiko Nogi e o design de personagens é de Taiyou Matsumoto. A música é de Yoshihide Otomo (Amachan, Orange live-action, Boku wa Imōto ni Koi o Suru).

Drifting Home (Uma Casa à Deriva / Ame wo Tsugeru Hyouryuu Danchi)

Criados como irmão e irmã, Kosuke e Natsume são amigos desde a infância, mas a sua amizade esfria no sexto ano, após a morte do avô de Kosuke. Certo dia, durante as férias de verão, Kosuke e os colegas de turma entram num condomínio com demolição agendada e que os rumores dizem ser assombrado. Tanto Kosuke como Natsume cresceram no local, do qual guardam muitas memórias. Kosuke depara lá com Natsume, que lhe pergunta o que ele sabe sobre o misterioso Noppo, antes de os dois serem tragados por um misterioso fenómeno. Quando recuperam a consciência, veem o condomínio à deriva num vasto oceano, o que força Kosuke e os outros a unirem forças para sobreviver a meio das lágrimas, discussões e talvez até mesmo alguma reconciliação. Será o grupo capaz de regressar ao seu mundo de origem? Só o final desta viagem de despedida do verão o dirá…

A animação é do Studio Colorido (A Whisker Away, Penguin Highway), a direção é de Hiroyasu Ishida (Penguin Highway, Fumiko’s Confession) que também é responsável pelo guião juntamente com Hayashi Mori (Cells at Work! Code Black, Layton Mystery Tanteisha: Katori no Nazotoki File) e Minaka Sakamoto (Babylon). O design de personagens é de Akihiro Nagae (Fastening Days) e a banda sonora é da responsabilidades de Umitarou Abe (Penguin Highway).

Goodbye, DonGlees!

Um rapaz chamado Roma mora numa cidade rural próxima a Tóquio. Ele não consegue encaixar-se com o ambiente. Ele e Toto, que também é estranho, formam a sua própria equipa chamada “DonGlees”. O relacionamento deve permanecer o mesmo depois de Toto ir para o colégio em Tóquio e eles separam-se.

“Ei, você não quer menosprezar o mundo?” As férias de verão do primeiro ano do ensino médio. Tudo começou com um comentário casual de Drop, um novo membro da “DonGlees”. Como resultado das palavras de Drop, Roma e os outros dois que estão acusados do incêndio florestal são forçados a procurar o drone que desapareceu no céu em busca de provas da sua inocência. A pequena aventura de verão logo se transforma numa grande aventura que mudará drasticamente o modo de vida dos rapazes.

A animação é do estúdio Madhouse, a direção e argumento são de Atsuko Ishizuka (A Place Further Than the Universe, No Game, No Life Zero, The Pet Girl of Sakurasou), o design de personagens é de Takahiro Yoshimatsu (A Place Further Than the Universe, Hunter × Hunter, Trigun). O filme anime vai ser distribuído pela Kadokawa.

Fundou o OtakuPT em 2007 e desde então já escreveu mais de 50 mil artigos sobre anime, mangá e videojogos.
Subscreve
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments